7 hábitos que prejudicam a saúde do caminhoneiro e como evitá-los

6 minutos para ler

Quem passa a vida com o pé nas estradas está acostumado a enfrentar problemas como a má situação das rodovias e o risco de problemas no veículo. Mas essas situações não podem fazer o caminhoneiro se esquecer do mais importante, a sua própria saúde.

Sem dúvidas, para um caminhoneiro, é difícil fazer exercícios com regularidade, cuidar da alimentação e dormir o suficiente quando se trabalha diariamente nas estradas.

Mais de 16% dos caminhoneiros dirigem no limite da sonolência, segundo pesquisa divulgada no portal G1. O levantamento ainda mostra que, dentre os participantes da pesquisa, 52% têm problemas com diabetes e 32% são obesos.

São condições que aumentam a probabilidade de acidentes nas estradas e o risco de problemas para a saúde do caminhoneiro. Felizmente, há várias maneiras de recuperar a qualidade de vida e o bem-estar nessa profissão tão importante para o país.

A seguir, veja quais são os principais hábitos que prejudicam a saúde do caminhoneiro e algumas dicas de como se prevenir ou dar a volta por cima!

1. Postura incorreta na direção

Qualquer um que trabalha por muito tempo na mesma posição corre o risco de sentir dores e tensão nos músculos. E se não for feito nada para minimizar os sinais, logo a saúde do profissional é prejudicada seriamente. Câimbras constantes, escoliose e hérnias são apenas alguns dos problemas advindos da má postura na rotina de trabalho.

Por essa razão, a postura é algo que merece atenção do caminhoneiro e de quem atua na gestão da frota de caminhões. Uma boa notícia é que existe uma série de medidas de ergonomia que podem prevenir problemas de postura incorreta.

Algumas medidas para manter a postura correta:

  • equipar o caminhão com apoio de braço;
  • manter os calcanhares apoiados no assoalho;
  • ajustar o banco e o cinto de segurança com base na estatura do motorista;
  • tirar pausas durante o dia;

O corpo humano não foi feito para se manter com dores e cansaço, então, é sempre importante respeitar os próprios limites.

2. Noites mal dormidas

Uma boa noite de sono é algo essencial para descansar e deixar o corpo mais relaxado durante o dia. É importante aproveitar as noites da melhor maneira possível e evitar sacrificar as horas de sono por conta do trabalho.

Muitos danos estão associados a uma rotina de noites mal dormidas, como dores constantes no corpo, irritabilidade, lentidão no raciocínio, sonolência e dificuldade de concentração. Todas essas consequências aumentam o risco de acidentes nas estradas.

Também evite medidas paliativas, como tomar muito café ou dirigir ouvindo música alta. A sonolência sempre volta quando essas medidas são colocadas em prática. A melhor solução é sempre não deixar o sono em segundo plano.

Evite dirigir à noite! Esse é o momento que o corpo libera hormônios que induzem ao sono. Mas nem tudo na vida são flores, e caso seja necessário dirigir à noite se certifique de manter horas de descanso suficientes para pegar a estrada.

O ideal mesmo é manter uma rotina de repouso no período da noite, dormindo durante uma quantidade regular de horas para acordar com disposição.

3. Medicação sem prescrição médica

Tomar qualquer medicação sem a supervisão de um profissional especializado é um perigo. Para a saúde do caminhoneiro, esse tipo de atitude pode ser extremamente prejudicial e diminui a segurança nas estradas.

O caminhoneiro pode tomar, sem saber, um medicamento que aumenta a sonolência logo antes de pegar a estrada.

Até mesmo os medicamentos que inibem o sono podem provocar danos perigosos quando são tomados sem prescrição médica, como ansiedade, agressividade e até problemas cardiovasculares.

4. Falta de proteção contra insolação

Para os caminhoneiros, o risco de câncer de pele é grande. O motivo é o longo período exposto ao sol na hora de dirigir o caminhão. Na verdade, todo profissional que trabalha com exposição direta ao sol precisa ter cuidados redobrados.

A aplicação do filtro solar deve ser feita pelo menos 30 minutos antes de se expor ao sol. Verifique se o produto tem, no mínimo, fator 40 e não deixe de passar em regiões importantes do corpo, como nas orelhas, pescoço e pés.

Reaplique o protetor a cada duas horas e, se possível, use um boné ou chapéu para reduzir o risco de doenças na pele.

5. Não se alongar ou fazer exercício físico

Longe de ser algo banal na rotina de trabalho, o alongamento tem benefícios na saúde do caminhoneiro. Bastar alguns minutos de alongamento para evitar dores na lombar e nas articulações. Se o caminhoneiro mantém uma rotina diária de alongamentos, ainda melhor. É possível evitar câimbras e a sensação de indisposição.

Uma dica importante é tentar alongar as partes do corpo mais usadas na direção do caminhão, como as pernas, o pescoço e os braços.

6. Comer lanches em vez de refeições

É importante manter uma rotina de alimentação saudável, com alimentos que ofereçam nutrientes para o corpo. Para os caminhoneiros, é claro que esse desafio é ainda mais difícil. Porém, é possível criar alternativas que atendam às necessidades de quem está dirigindo. 

É importante não substituir as refeições principais por lanches rápidos. Mantenha os momentos do café da manhã, almoço e jantar na agenda diária. Para manter o cardápio balanceado, separe frutas para fazer lanches entre uma refeição e outra.

7. Rodar sem um kit de primeiros socorros

O kit de primeiros socorros carrega utensílios básicos para usar em casos de urgência, principalmente pequenos acidentes. Alguns utensílios comuns:

  • gases;
  • esparadrapos;
  • curativos;
  • soro;
  • medicamentos prescritos para tratar de enfermidades crônicas (como diabetes e hipertensão);
  • medidor de pressão arterial.

Caso você tenha alguma necessidade de saúde mais específica, adicione os medicamentos e utensílios que vai precisar no kit de primeiro socorros.

Como vimos, a saúde do caminhoneiro deve ser entendida como uma coisa séria. Negligenciar os problemas de saúde de uma frota pode trazer, inclusive, uma baixa produtividade para a empresa. Aumentando a qualidade de vida dos caminhoneiros, também é possível melhorar os resultados da frota como um todo.

Se você gostou das dicas, aproveite para conferir nosso conteúdo especial sobre saúde mental do caminhoneiro. Vamos lá?


Você também pode gostar

Um comentário em “7 hábitos que prejudicam a saúde do caminhoneiro e como evitá-los

  1. Alguns dos meus amigos caminhoneiros já têm problemas nas costas porque não ajustam o assento na posição perfeita para o corpo, em vez disso, ajustam o assento para deixá-los temporariamente confortáveis. Por favor, cuidem de sua saúde, pessoal, como caminhoneiro, este é um trabalho muito sacrificado.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.