Descubra como fazer um controle de manutenção de frota eficiente

7 minutos para ler

O controle de manutenção de frota é uma tarefa essencial, pois todos os veículos terão de passar por revisões para garantir o funcionamento e a conservação. Por isso, esse reparo periódico consiste em um custo obrigatório para qualquer transportadora.

No entanto, você deve encarar esse custo como um investimento operacional, pois um conserto bem-feito eleva o desempenho dos caminhões, o que contribui para a economia de diesel e a redução de emissão de gases poluentes na atmosfera.

Ignorar esse processo causa perda de prazo, eleva a probabilidade de acidentes e compromete o controle financeiro do negócio, exigindo gastos muito além do esperado no caso de quebra de sistemas mecânicos ou elétricos.

Quer aprender como fazer um controle de manutenção de frota eficiente? Confira a leitura deste conteúdo para conhecer nossas dicas e informações.

Como saber o “timing” ideal para fazer a manutenção da frota?

O “timing” ideal não é totalmente preciso, pois existem inúmeros fatores que geram a necessidade de fazer manutenções. Portanto, elas são divididas em três categorias.

Programadas

Todas as fabricantes de componentes e peças automotivas determinam um prazo para que os ajustes necessários sejam feitos nas revisões. Logo, ter esses dados em mãos é fundamental para prever e planejar as inspeções dentro de um período de segurança.

Isso ocorre porque os itens que compõem os caminhões apresentam um limite de quilometragem eficiente. Por exemplo, um pneu tem uma durabilidade que gira em torno de 70 a 90 mil km rodados. Ultrapassando esse número, ele pode perder sua eficiência e causar acidentes ou multas.

Inesperadas

São as manutenções realizadas por conta de imprevistos e eventos que fogem do planejamento. Geralmente, são feitas após um incidente ou alguma pane no veículo. Geralmente são mais custosas e, por isso, precisam ser evitadas com um bom controle de manutenção de frota.

Preditivas

São as mais complexas de serem realizadas, já que sua finalidade é prever falhas ou problemas a partir de sinais que os caminhões apresentam, como aquecimento elevado, ruídos constantes ou intermitentes, vibrações inusitadas e alertas no painel. A intenção é fazer os reparos ou substituições antes que o problema se manifeste.

Como fazer a gestão de manutenção de frota?

Agora que você conhece os três tipos de reparos veiculares, vamos às dicas de como providenciar uma gestão de manutenção de frota.

Realize check-ups para montar o melhor planejamento

Existem várias maneiras de descobrir se um caminhão apresenta necessidade de manutenção. Entre os principais componentes para acompanhar, estão:

  • acessórios elétricos;
  • conjunto de fusíveis;
  • cintos de segurança;
  • direção;
  • estruturas dos assentos;
  • eixos de transmissão;
  • faróis, luz de placa e lanternas;
  • fluidos;
  • mangueiras;
  • óleo e filtro;
  • pneus, rodas e quinta roda;
  • sistema de arrefecimento;
  • sistema de freio;
  • suspensão.

Com base nesse checklist, você pode marcar as datas em que cada item foi ajustado ou trocado e quando será a próxima inspeção.

Acompanhe o desgaste natural

Um dos acessórios indispensáveis para a segurança são os pneus. Se eles não forem acompanhados conforme o uso, fica difícil saber o momento certo de trocá-los, aumentando as chances de ocorrerem imprevistos durante as entregas, o que prejudica o desempenho da frota. Dê uma conferida em alguns aspectos, como aderência (ausência de ranhuras) e calibragem para evitar problemas.

Além disso, inspecione as pastilhas de freio, a bateria e os limpadores de para-brisa. Nesses casos, o próprio veículo mostra as falhas no painel. Sem contar que, em alguns casos, o desgaste é tão evidente que pode ser visto logo de cara.

Especifique os veículos da frota

Cada caminhão que integra a frota tem suas próprias demandas e especificidades. Desse modo, para definir um rodízio de manutenções e evitar a perda de performance operacional, monte um inventário com os seguintes itens:

  • caminhões mais utilizados;
  • tempo de uso de casa veículo;
  • cargas e trajetos de cada um;
  • histórico de inspeções e revisões;
  • alterações ou reparos não planejados.

O segredo para um bom controle de manutenção de frota é o acompanhamento rigoroso e o conhecimento preciso sobre os bens móveis da transportadora. Isso favorece o cronograma e evita confusões e imprevistos.

Determine um orçamento

Para fazer revisões e manutenções, é preciso ter recursos financeiros à disposição. Com base nos dados coletados nos tópicos anteriores, pesquise orçamentos junto às oficinas para ter uma ideia de quanto será gasto.

Em seguida, veja se há disponibilidade de recursos na sua transportadora para manutenções mais simples e urgentes. A recomendação é de que uma parcela do faturamento seja destinada para montar uma reserva e evitar situações desagradáveis, como deixar um caminhão parado por falta de recurso.

Controle os indicadores de manutenção de frota

Esse controle só pode obter sucesso se for mensurado. Existem alguns indicadores que devem ser acompanhados de perto:

  • gasto mensal com manutenção;
  • consumo de combustível (a fim de saber se os veículos estão “bebendo” mais que o normal);
  • frequência de quebras durante os trajetos;
  • média de acidentes por motorista;
  • entregas feitas no prazo;
  • período de ociosidade dos veículos.

Essas informações permitem tomar decisões estratégicas e definir quais assuntos demandam mais atenção, como a necessidade de melhorias de infraestrutura, por exemplo.

Conte com um sistema especializado

É importante contar com uma solução digital para gerenciar as manutenções. Existem diversas ferramentas tecnológicas disponíveis para isso. Basta que você escolha a que mais se ajusta às suas demandas, considerando o porte do negócio e a dimensão da frota.

Um sistema robusto automatiza todo o plano de manutenção, diminuindo o tempo tomado em atividades operacionais. A geração de relatórios, por exemplo, leva poucos minutos, enquanto, no processo analógico (manual), essa atividade pode levar horas.

Falando em tecnologia, uma sugestão é instalar sensores nos principais sistemas dos caminhões e integrá-los ao programa de gestão para monitorar seu funcionamento a fim de detectar anomalias em tempo real.

Quais são os principais erros de manutenção de frota?

Existem algumas negligências que precisam ser banidas da gestão para garantir o fluxo de atividades da sua frota. Conheça as principais.

Não realizar a manutenção preventiva

É claro que você, gestor de frota, deve cuidar do fluxo produtivo para garantir a performance operacional do negócio. Mas não fazer as manutenções preventivas pode gerar custos muito maiores, levando à ociosidade e ao comprometimento da frota.

Desconhecer o histórico dos veículos

Catalogar o histórico de veículos que compõem a frota é indispensável para descobrir quais são as suas demandas de manutenção. Além de eliminar surpresas e gastos inesperados, isso favorece a eficiência dos veículos, ficando mais fácil saber quanto cada um gasta, ou que tipo de conserto é mais frequente. Dessa forma, você evita desgastes e descobre o timing ideal para fazer as manutenções necessárias.

Não contar com mão de obra qualificada

Uma equipe pouco treinada não sabe colaborar para o sucesso das operações. É importante providenciar treinamentos periódicos aos motoristas para garantir uma direção segura e preventiva, no caso de eles mesmos fazerem inspeções e manutenções simples para agilizar as entregas.

Além disso, quando for necessário acionar serviços especializados, procure mecânicos e oficinas com qualificação elevada para garantir reparos de qualidade. O mesmo vale na hora de escolher fornecedores de peças: preze por marcas de renome no mercado.

E então, aprendeu como fazer um bom controle de manutenção de frota? Esperamos que sim! Para isso, coloque as dicas mencionadas em prática para melhorar a gestão da sua transportadora, garantindo o funcionamento adequado dos caminhões e economizando recursos financeiros.

Se você gostou deste material, aproveite o ganho da leitura para conhecer os motivos para investir em um software de gestão de frotas.

suvesa mercado shops
Você também pode gostar

Um comentário em “Descubra como fazer um controle de manutenção de frota eficiente

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.