EPI para motorista de caminhão: veja quais são necessários

6 minutos para ler
spotify scaniaPowered by Rock Convert

Manter uma empresa de frota de caminhão é uma atividade que pode gerar bastantes lucros e benefícios para os líderes do negócio. No entanto, é necessário planejar bem as estratégias de gestão e controle dos transportes a fim de eliminar falhas nos processos e possibilitar maiores ganhos para o empreendimento. Seguindo essa ideia, outro ponto bastante importante diz respeito às condições de trabalho dos motoristas.

É preciso garantir o máximo de conforto e segurança para os indivíduos que operam essas máquinas para que possam ter bons resultados e boa performance nos transportes. A esse respeito, a legislação fundamenta algumas normas quanto ao EPI para motorista de caminhão. Essa sigla significa Equipamento de Proteção Individual e está relacionada aos itens e acessórios criados com funções específicas para proteger o trabalho dos profissionais.

Mesmo sendo um tema de grande relevância, muitos empreendedores não conhecem ou negligenciam esse assunto, o que pode ser bastante prejudicial para a segurança dos colaboradores e o rendimento dos serviços. Dessa forma, visando a ajudarmos, preparamos um material tratando das principais informações. Continue a leitura e fique por dentro de tudo!

Qual a importância dos EPIs?

Não é novidade que a profissão de transporte de cargas pode apresentar grandes riscos à integridade física dos motoristas. Podemos citar, por exemplo, veículos que operam com o transporte de substâncias químicas ou com produtos inflamáveis que, em contato com o indivíduo, podem causar sérios danos à saúde.

Dessa forma, assim como em qualquer outra profissão, quando há riscos dentro do contexto de trabalho, é fundamental investir em acessórios e ferramentas que aumentem a segurança e possibilitem maior eficiência para os colaboradores. Seguindo essa ideia, os Equipamentos de Proteção Individual devem estar presentes durante toda a operação de trabalho que ofereça condições perigosas, de modo a assegurar o bem-estar do motorista.

O que a lei diz sobre esse tema?

Há legislações que são direcionadas aos assuntos de EPIs para motoristas de caminhão, inclusive obrigando o uso desses acessórios em algumas situações. Vale ressaltar que essa obrigatoriedade tem a ver com o tipo e com a característica da carga transportada, bem como com os riscos aos quais o profissional é exposto. No Brasil, basicamente, encontramos duas normas que definem alguns pontos sobre o uso de EPIs pelos trabalhadores.

Uma delas é a Norma Regulamentadora nº 6 instituída pelo Ministério do Trabalho. Nela, encontramos os principais critérios para a classificação dos EPIs que devem ser utilizados, tendo como base os riscos eminentes de cada atividade, além de conter as obrigações dos empregados e empregadores. Podemos dizer que os indivíduos que são empregados devem conhecer esse documento. Entretanto, isso não significa que os autônomos não precisem se prevenir. Muito pelo contrário, pois eles quem deverão zelar pela sua segurança.

A segunda norma é a Circular ABNT nº 9735/2016. Nela, há especificações quanto ao transporte terrestre de mercadorias perigosas. Por isso, além de conter regulamentações sobre EPIs para motoristas de caminhão, também pontua a necessidade de dispositivos para assegurar a sinalização da área de um possível acidente. Dessa forma, empresas que trabalham com o transporte de produtos perigosos devem ter o conhecimento sobre esse documento.

Quais são os EPIs necessários para motoristas de caminhão?

Os Equipamentos de Proteção Individual são bastante empregados em diversas atividades profissionais, a fim de trazerem maior segurança para os trabalhadores. Para os motoristas de caminhão, há ferramentas específicas que podem contribuir significativamente para a proteção dos caminhoneiros. Confira, agora, os principais EPIs utilizados por motoristas de caminhão!

Luva de raspa

Muitos motoristas preferem não utilizar luvas devido ao fato de acharem que influenciam o reflexo e o tato, causando desconforto. No entanto, há vários benefícios que são adquiridos ao usar esse EPI, já que ele protege os membros de fatores externos. Dessa forma, seu emprego é fundamental em atividades, como na troca de pneu ou na manutenção imediata de alguns sistemas do caminhão. Além do mais, também é indispensável para realizar inspeções e o manuseio de mercadorias, evitando machucados graves.

Protetor auricular

Primeiramente, é válido ressaltar que o ouvido é uma parte do corpo muito sensível e, dessa forma, acaba sendo bastante suscetível a situações de risco. Por conta disso, o protetor auricular pode se mostrar positivo para diversas situações presentes no transporte de carga. Ele é um EPI desenvolvido para minimizar os ruídos que chegam até o canal auditivo externo, de modo a proteger o órgão de fatores, como estrada de água, barulhos muito altos, impurezas etc.

Devido às suas funções, esse aparelho contribui para a saúde e para o bem-estar dos motoristas. No entanto, é preciso pontuar que o protetor auricular só deve ser usado em condições específicas, sendo aconselhado não utilizá-lo quando estiver dirigindo para não prejudicar a atenção no trânsito.

Colete refletivo

Também chamado de colete luminoso, ele é um EPI muito importante para os caminhoneiros que trabalham em períodos noturnos. Isso porque a sua função garante uma maior segurança quando o motorista precisa sair da cabine do veículo à noite. Ao utilizar o colete refletivo, o indivíduo pode ser visualizado pelos veículos que estão por perto de modo a evitar atropelamentos e colisões.

Óculos de proteção

Os locais por onde o veículo percorre podem apresentar condições de risco para os olhos do motorista, como é o caso de estradas de terra, sendo necessário o uso de óculos de proteção. Além disso, algumas atividades de carregamento de mercadorias podem deixar o profissional exposto a agentes contaminantes que se propagam facilmente pelo ar, prejudicando os olhos e a visão dos trabalhadores. Por isso, a utilização dos óculos de proteção pode ser significativa para a saúde do caminhoneiro.

Portanto, essas foram as principais informações sobre EPI para motorista de caminhão. Vale ressaltar que o proprietário da frota tem um papel fundamental na implementação da política de segurança no ambiente de trabalho. Ele deve assegurar que todos os motoristas utilizem os equipamentos necessários por meio de campanhas de conscientização, de modo a aumentar a segurança em sua empresa.

Gostou do post? Então, não deixe de conferir o conteúdo que preparamos sobre as 5 dicas especiais para caminhoneiros sobre segurança na estrada e fique por dentro de mais temas relevantes para você!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.