Fenatran 2019 gerou R$ 8,5 bilhões em negócios; confira as últimas da Scania durante o evento

6 minutos para ler

Com um potencial de oportunidades que foi o dobro da estimativa obtida na edição passada, a Fenatran 2019 atraiu cerca de 60 mil visitantes ao longo dos seus cinco dias. Durante a Fenatran, o futuro do transporte, novos produtos e a consolidação de serviços digitais marcaram com reflexos positivos o o 22º Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Cargas – também conhecido como Fenatran 2019, o maior do gênero da América Latina.

Entre 14 a 18 de outubro o São Paulo Expo recebeu executivos de mais de 55 países e 27 estados brasileiros segundo a empresa organizadora do evento, que teve um crescimento de 24% em relação ao público de 2017. Foram gerados R$ 8,5 bilhões de oportunidades de negócios, o dobro do fim da edição anterior. Com 450 marcas, 150 a mais do que a última Fenatran, a feira reuniu 100% da cadeia do transporte rodoviário de carga.

Rodadas de negócios e Fenatran Experience: destaques Fenatran 2019

Entre os expositores que viram a trajetória do crescimento do mercado de caminhões nos últimos anos, destaque para a Scania, que vendeu seu primeiro caminhão 100% movido a GNV durante a Fenatran. Uma das novidades do evento, o modelo R 410 foi adquirido pela RN Logística e irá fazer a rota São Paulo-Rio de Janeiro como um aliado das empresas na transição para um sistema de transporte mais sustentável.

Outro diferencial da Fenatran 2019 foram as rodadas de negócios e uma grande diversidade de inovação. Com tecnologias que já são realidade em outros países, as soluções foram apresentadas ao mercado financeiro, como caminhões elétricos, movidos a hidrogênio e gás natural, com condução semi-autônoma e recursos eletrônicos. Já no Fenatran Experience, na parte externa da feira, foram realizados mais de 2 mil test-drives. Na ocasião, o público experimentou lançamentos como o caminhão Scania movido a gás.

Segundo Roberto Barral, vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil, os veículos movidos a combustíveis alternativos, como o gás, desempenharão um papel fundamental na mudança para um sistema de transporte mais sustentável. A Scania lidera essa transformação e está empenhada em apoiar seus clientes com soluções rentáveis que contribuam com a sustentabilidade nos âmbitos econômico, ambiental e social”.

Inéditos, os caminhões pesados Scania, movidos a gás natural veiculas (GNV) ou gás natural liquefeito (GNL), têm 410 cavalos de potência e são vocacionados para médias e longas distâncias. As configurações de tração 6×2 são as ideais para atuar no transporte de cargas. Seus motores são Ciclo Otto (o mesmo conceito dos automóveis) e 100% a gás (natural ou liquefeito – só diferentes um na forma gasosa e outro na líquida) e biometano, ou mistura de ambos. Os motores não são convertidos do diesel para o gás: eles têm garantia de fábrica e tecnologia confiável, com desempenho consistente e força semelhante ao caminhão a diesel, além de serem 20% mais silenciosos.

Estande conectado e pioneirismo com primeiros caminhões a GNV/GN: novidades Scania na Fenatran 2019

Durante a Fenatran, o estande da Scania reforçou suas soluções personalizadas e conectadas e apresentou alternativas para “Mudar o Mundo do Transporte na América Latina”. O maior evento do setor na América Latina, também inicia uma nova era para a fabricante: a abertura das vendas da linha de caminhões movidos a GNV, GNL e/ou biometano. Todas as soluções visavam traduzir o ‘Aqui e Agora’ para o Brasil e países vizinhos, ou seja, de alternativas ao diesel de combustíveis perfeitamente viáveis economicamente.

Os destaques do estande foram os caminhões da Nova Geração. Com eles, os clientes estão registrando até 12%, e em muitos casos ultrapassando este índice, de economia de combustível em comparação à geração anterior. É a palavra do cliente comprovando os resultados de rentabilidade prometidos e cumpridos pela Scania.

Outras novidades foram dois pesados mais sustentáveis, um movido a gás natural veicular (GNV) e/ou biometano e outro 100% a gás natural liquefeito (GNL) e/ou biometano. O espaço tem no total 13 caminhões – sendo duas Edições Especiais (V8 50 anos e Scania Vintage) –, está todo conectado por uma grande e tecnológica espiral de led e apresenta o novo conceito de soluções personalizadas de produtos, serviços e alternativas financeiras via sistema TMA (Tailor Made for Application).

Scania para o futuro

Além de dois motores, um de 7 litros da linha urbana/regional, de semipesados, e outro V8 a gás para grupos geradores de energia, um mercado de grande potencial. Outras atrações foram a Split Cabin, uma cabine S (a primeira da marca com piso plano) toda aberta para o público conhecer os benefícios de conforto e ergonomia, a área Apaixonados por Scania, um lugar de livre acesso, entretenimento e distribuição de brindes, e o Espaço Inovação, de tendências e tecnologias Scania para o futuro.

E não foram só os modelos que chamaram a atenção: a Scania inovou mais uma vez na Fenatran e levou um conceito de conexão de todo o estande por meio de uma tecnológica e colorida espiral de LED. Na ocasião, ela nascia bem no centro de uma torre em círculo que representa as “Soluções Personalizadas” da fabricante. Esse “coração do estande” mostrava todo o portfólide produtos e serviços aos clientes.

De forma interativa, o visitante pôde fazer uma simulação da solução ideal indicada para sua necessidade de transporte por meio do sistema TMA e do Scania Configurator. Ao final, todos receberam a cotação da Casa Scania mais próxima. O que será que vem por aí na próxima Fenatran? Continue acompanhando todos os canais Scania e fique de olho!

Você também pode gostar

Deixe um comentário