Fique por dentro dos principais cuidados com transporte de carga pesada

7 minutos para ler

O transporte de carga pesada demanda vários cuidados para que a entrega seja concluída sem prejudicar os envolvidos (transportadora, motoristas e clientes), além de uma atenção à legislação vigente. Por exemplo, o artigo 100 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estabelece que nenhum veículo pode correr com peso superior ao definido pelo fabricante.

A distribuição de mercadorias no caminhão, portanto, é mais do que um cuidado, é segurança e também é lei. Devido aos critérios preestabelecidos nas rodovias, a correta disposição de carga diminui a incidência de multas e tarifas por condições fora da margem de peso recomendada. Veja neste post os principais cuidados com transporte de carga pesada. Boa leitura!

Forneça treinamento aos motoristas

A negligência e falta de treinamento são causas comuns de acidentes com cargas. Logo, uma maneira de solucionar esse problema é qualificar sua equipe de motoristas. Invista em cursos para que os condutores aprendam sobre técnicas de direção mais modernas e seguras. Conceda também noções de manutenção e conservação dos veículos. Assim, eles estarão aptos para resolver pequenas avarias sem precisar recorrer a mecânicos não autorizados e/ou suspender a viagem por muito tempo.

Além disso, é fundamental que todos participem de palestras para que sejam alertados sobre como enfrentar ocorrências adversas e aproximações suspeitas. Você, gestor de frotas, também pode enfatizar conhecimentos para promover comportamentos mais conscientes nas viagens a fim de diminuir atitudes imprudentes e maus hábitos.

Utilize o veículo correto para cada tipo de produto

Cada tipo de mercadoria demanda um veículo próprio que se adéqua melhor ao seu processo de entrega. Por exemplo: cargas móveis devem ser organizadas em caminhão-baú, cargas maiores exigem veículos mais longos e alimentos perecíveis necessitam de máquinas com refrigeradores. Também vale reforçar que o limite de peso precisa ser sempre respeitado, a fim de evitar ocorrências indesejadas e incidentes graves.

Carregamentos excedentes causam esforço acentuado na suspensão, o que demanda uma distância maior para a frenagem completa do caminhão. Isso é muito perigoso, pois aumenta as chances de derrapagens e tombamentos, o que pode danificar as mercadorias e colocar a vida do motorista (e de terceiros) em risco.

Por falar em carretas, também é preciso considerar alguns cuidados importantes: para evitar acidentes e paradas repentinas, reforce esses cavalos mecânicos para que suportem o transporte de carga pesada com segurança.

Contrate um seguro de cargas

Por causa dos índices elevados de acidentes e assaltos nas rodovias, a contratação de um seguro de cargas é essencial para resguardar a fornecedora e a transportadora de supostos prejuízos financeiros caso algo ocorra durante o trajeto.

Existe um grande catálogo de coberturas e cabe ao contratante optar por cláusulas que melhor atendam suas necessidades. Vale ressaltar que o seguro pode ser feito pela fabricante, pela transportadora, pelo vendedor ou pelo cliente final — que precisa adicionar esse valor ao preço do frete.

Utilize um roteirizador

Elaborar um roteiro de viagens para os caminhoneiros é uma tarefa bastante comum no segmento logístico. Entretanto, há ferramentas que executam essa atividade de forma automática. Isso é possível graças ao software roteirizador. Ele é um programa que auxilia na hora de fazer a distribuição de cargas pesadas em diversos locais. Com essa funcionalidade é possível:

  • delimitar as rotas mais eficientes, avaliando as características de estrada, percurso, trânsito e outras condições;
  • ajudar no dimensionamento do tamanho do caminhão por meio do volume de carga, a fim de reduzir custos e tempo direcionado para o transporte;
  • monitorar os motoristas para constatar se eles estão seguindo o roteiro estipulado, o que melhora a gestão da equipe e da frota como um todo.

Com essa tecnologia, você terá um valor agregado superior, tornando seu negócio mais competitivo no mercado. Assim, além de economizar dinheiro e agilizar processos, você pode aumentar sua margem de lucro.

Aplique medidas para evitar danos no transporte de carga pesada

Conheça a seguir algumas recomendações simples e que não exigem muitos custos financeiros, mas que podem garantir mais segurança no transporte de carga pesada.

Preencher espaços vazios

Lacunas na carroceria facilitarão a movimentação das cargas, causando colisões entre elas. Para evitar esse empecilho, o ideal é que todo o espaço esteja preenchido. Se for preciso, as áreas vazias podem ser ocupadas com outros objetos, como caixas, estrados, lonas ou sacos de ar.

Usar indicadores de impacto

Indicador de impacto é um dispositivo que avalia se os choques sofridos pelos produtos estão em um grau tolerável, assim como a identificação da hora exata em que as danificações ocorreram. O aparato é fixado na embalagem da mercadoria, absorvendo as batidas e trepidações que ela venha a sofrer.

Como é um aparelho bastante acessível, seu uso demonstra uma medida cautelosa e imprescindível, uma vez que pode inibir danos que comprometam a qualidade da entrega feita por sua transportadora. Portanto, adquira essa solução para manter uma boa imagem perante a clientela.

Investir em embalagens eficientes

A escolha das embalagens para o arranjo das mercadorias é essencial. Elas precisam ser flexíveis, resistentes, de fácil manuseio e empilhamento. Tenha bastante zelo quanto a esses critérios, pois não são raros os prejuízos derivados do uso de recipientes de qualidade duvidosa em entregas.

Evitar umidade

A umidade é mais um elemento a ser considerado, pois ela pode comprometer cargas que são sensíveis à água. Portanto, tenha cuidado não só quanto às vedações do caminhão, como em relação à instabilidade climática em deslocamentos longos.

Na prática, a água da chuva pode ficar alojada nas embalagens, na forma de vapor, que pode retornar ao estado líquido, danificando a estrutura dos envoltórios e, posteriormente, dos produtos transportados.

Tenha um plano de gerenciamento de riscos

O plano de gerenciamento de riscos é, em suma, uma série de práticas para se organizar e otimizar o controle a fim de garantir eficiência no transporte de carga pesada. Esse programa consiste em levantar todos os riscos potenciais, bem como aplicar ferramentas e medidas que preservem a transportadora e a deixe preparada para lidar com possíveis transtornos.

Os benefícios desse plano estratégico são inúmeros. Conheça os principais:

  • detecta as ameaças mais recorrentes do segmento;
  • orienta melhor sua equipe de condutores;
  • toma decisões mais apropriadas diante de emergências;
  • reduz prejuízos operacionais;
  • potencializa o uso de recursos financeiros e infraestrutura;
  • aproveita oportunidades;
  • gerencia com mais rigor a documentação dos veículos e das mercadorias.

Como você pôde contemplar neste post, o transporte de carga pesada exige alguns cuidados especiais. Basta colocar essas dicas em prática e você garantirá a segurança da frota, dos motoristas e dos produtos, além de satisfazer seus clientes, refletindo no sucesso da sua transportadora.

Gostou deste conteúdo? Então aproveite o gancho desta leitura para conhecer 6 vícios de direção que precisam ser evitados!

Você também pode gostar

Deixe um comentário