Fique por dentro dos tipos de manutenção necessários para sua frota

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Sempre frisamos a complexidade envolvida na gestão e sucesso de uma frota. No entanto, existe um desafio permanente no cotidiano desse negócio: a preservação dos caminhões. Sendo assim, elaboramos este post especial, explicando de uma vez por todas os diferentes tipos de manutenção.

Para responder as principais dúvidas no tema, abordamos as curiosidades mais recorrentes no assunto, explicando sua importância, os diferentes procedimentos e o impacto de cada um deles na durabilidade dos seus caminhões. Portanto, não perca este conteúdo fundamental para a sua produtividade e acompanhe esta leitura!

A importância de conhecer os tipos de manutenção

A manutenção em si não é um segredo no setor de transportes. Afinal de contas, os veículos são colocados em um teste de resistência constante, operando diariamente sobre as condições do pavimento nacional. Nesse sentido, é normal que os caminhões enfrentem o desgaste, exigindo um acompanhamento próximo para evitar suas consequências.

Entretanto, o “xis” da questão está nos tipos de manutenção, já que existem três procedimentos distintos, com finalidades e intervalos diferentes. Seja você um caminhoneiro autônomo ou o gestor da própria frota, conhecer e utilizar esses procedimentos da maneira certa é a chave para três vantagens competitivas nesse setor. Confira!

Economia

A redução de custos é o primeiro aspecto percebido ao obedecer ao calendário de manutenções. Mesmo que isso represente um gasto no curto prazo, a frota consegue reverter em ganhos de produtividade e desempenho, além das melhorias nas médias de consumo de combustível.

Segurança

O mesmo acontece no quesito segurança. Frotas em plenas condições estruturais dificilmente deixarão o gestor a ver navios. Um veículo bem preservado é confiável nas estradas, apresentando um comportamento previsível e estável durante a condução, e assim, evita acidentes que possam prejudicar tanto a carga como o motorista e o seu caminhão.

Durabilidade

Já em um terceiro momento, o veículo ganha pontos de robustez e durabilidade, prolongando sua vida útil e reduzindo a necessidade de uma atualização no médio prazo. Obedecendo ao calendário de revisões e manutenções programadas, a frota tem a certeza de que extrai a melhor performance da máquina pelo maior período possível.

Os diferentes tipos de manutenção

Então, chega o momento de entender o significado e propósito desses serviços. Dê uma olhada!

Corretiva

A manutenção corretiva é um procedimento que age na correção de um problema que já existe. Isto é, esse é o reparo realizado após o estouro de um pneu, a fundição de um motor, a quebra de uma corrente ou qualquer outra situação semelhante. A grosso modo, a corretiva costuma ser um procedimento recorrente nos caminhões de frotas que não atendem aos chamados das revisões periódicas.

Preventiva

Já as manutenções preventivas servem para prevenir o caminhão de qualquer desgaste avançado. Para tanto, o procedimento realiza uma inspeção profunda no veículo, sugerindo a substituição de peças que já apresentam um desgaste moderado e que tende a se prolongar no curto prazo, prejudicando os componentes à sua volta.

Preditiva

Por último, temos a preditiva, que é o procedimento mais sofisticado e antecipado possível. Nessa manutenção, o caminhão é examinado com uma série de soluções tecnológicas, capazes de realizar um diagnóstico preciso, inclusive, prevendo o arco de durabilidade de um determinado componente ou sistema.

Os critérios para escolher o procedimento correto

É nesse contexto que o gestor da frota deve se atentar às particularidades de cada uma dessas manutenções, identificando qual o melhor procedimento para o cenário em questão. Basicamente, resumimos esse dilema em três situações. Veja!

Antecipação

Se o seu objetivo é antecipar a maior quantidade de problemas possíveis, a manutenção preditiva é o procedimento correto para a sua frota. Logicamente, o valor é mais alto, uma vez mais pelo uso de softwares e ferramentas de ponta para a inspeção da sua máquina.

No fim das contas, é importante perceber que essa prática vale a pena. Com um acompanhamento periódico, você se mantém constantemente informado sobre a robustez dos componentes, antecipando qualquer dano elétrico, mecânico, hidráulico ou pneumático. Em uma comparação bem-humorada com a medicina, a manutenção preditiva opera como um eletrocardiograma para os caminhões.

Prevenção

Por outro ponto de vista, além de antecipar problemas e conhecer a durabilidade dos seus veículos, você quer simplesmente evitar que essas situações aconteçam. É nesse momento que você complementa a manutenção anterior com a preventiva, atendendo a todas as sugestões de trocas de peças e reparos.

Dessa maneira, você garante que o caminhão sempre esteja rodando com a melhor estrutura possível, sem que o desgaste individual de uma peça prejudique o funcionamento e condições das demais. No longo prazo, a manutenção preventiva é o investimento mais consciente e com melhor custo-benefício que você pode aplicar na sua frota.

Intervenção

Então, existem as consequências causadas pela negligência, na qual as frotas ignoram a importância dos procedimentos acima, fazendo com que os veículos operem além dos seus limites operacionais de durabilidade. Nesse caso, as peças podem quebrar, o motor superaquecer ou qualquer outro cenário causado pela falta de cuidado e prevenção.

É nesse momento que surge a necessidade da manutenção corretiva. Para as frotas, esse pode ser um episódio perigoso, já que existem reparos caríssimos de serem realizados, como a retífica completa de um motor. Além de perder tempo útil e estourar o prazo de uma entrega, a operação ainda precisará arcar com os custos necessários para colocar esse caminhão de volta na estrada.

A importância das manutenções preventivas e preditivas

Um fato: esses procedimentos são fundamentais para o sucesso de uma frota. Como você bem sabe, a gestão do seu empreendimento depende da organização e planejamento, e esses são dois fatores inerentes às manutenções preventivas e preditivas.

Pois veja, além de economizar recursos úteis, como tempo e dinheiro, esses serviços oferecem previsibilidade ao seu negócio, permitindo que você agende as datas com antecedência, sem precisar arcar com os riscos, prejuízos e incômodos de um caminhão quebrado no meio de uma operação importante.

Gostou deste artigo explicando a importância e utilidade de cada um dos tipos de manutenção? Então aproveite para mergulhar nesse tema, descobrindo a maneira correta de gerenciar as manutenções da sua empresa!

Você também pode gostar

Deixe um comentário