O que você deve considerar ao escolher uma lona de caminhão?

7 minutos para ler

Usar uma lona de caminhão pode ser bastante vantajoso para uma frota, já que esse item traz mais segurança para a carga, é fácil de instalar e, geralmente, conta com preços mais acessíveis. No entanto, engana-se quem pensa que todas as lonas são iguais, pois há diferentes opções disponíveis no mercado e você precisa encontrar o melhor para o seu negócio.

Durante a escolha, é fundamental considerar alguns fatores para garantir que você saberá qual é o tipo mais adequado para cada entrega — e é a respeito disso que trataremos neste conteúdo. A seguir, listamos e explicamos o que você deve considerar antes de fazer a compra. Boa leitura!

Quais são os pontos a serem considerados na escolha da lona de caminhão?

Existem inúmeros fatores que podem ser considerados, mas, nos tópicos abaixo, trouxemos o que deve ser analisado para maximizar a produtividade da sua frota de caminhões e evitar o derrubamento de cargas — o que incorreria na penalidade do art. 231 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

Tamanho correto da cobertura

O primeiro aspecto consiste em verificar se o item é capaz de cobrir e proteger a carga completamente, pois de nada adiantaria adquirir uma lona com um material de qualidade se ela não tiver tamanho suficiente para satisfazer às suas necessidades, por exemplo.

Tipos de carga e material da lona

Se você já trabalhou com o transporte rodoviário de cargas, sabe que cada mercadoria tem as suas próprias especificidades e precisa de cuidados peculiares. O material da lona também faz parte da cautela necessária para garantir que a sua carga chegará sem avarias, deteriorações ou qualquer dano.

Veja, abaixo, os materiais da lona e os respectivos tipos de carga recomendados.

Plástico em PVC

O PVC é um material popular e versátil, tem boa durabilidade e repele água, o que faz com que seja frequentemente escolhido para transportar cargas secas e que não podem se molhar, o que engloba quase todos os produtos inorgânicos, como móveis, madeiras, encanamentos, ferramentas, eletrodomésticos etc.

Por outro lado, esse tipo de lona é bastante espesso, o que o torna inapropriado para mercadorias que precisam de circulação de ar para manter a sua qualidade. Além disso, o plástico é escorregadio e pode afrouxar durante a viagem, sendo necessário apertar mais a armação e usar cintas de qualidade.

Algodão

O algodão é ideal para cargas que não podem ser muito aquecidas ou privadas de ar, por isso, é mais utilizado para transportar mercadorias vivas e alimentos secos (como açúcar, café ou farinha).

Essas lonas são resistentes à água, mas não isolam a carga completamente, não devendo ser usadas em mercadorias que não podem se molhar.

Polietileno

O polietileno é uma variedade do plástico, porém mais leve, resistente à água e menos rígida. Tais lonas, geralmente, são aplicadas sobre cargas irregulares e leves (como mudanças domésticas), mas que ainda precisam ser protegidas da chuva ou do sol.

Cobertura estática

Esse tipo tem bastante resistência e alta densidade, o que faz com que seja ideal para dias com maiores variações climáticas. No entanto, o seu peso pode amassar a carga transportada e danificar a mercadoria ou a sua embalagem. Por essa razão, é indicado para bens não frágeis ou que sejam igualmente resistentes.

Telas de proteção

Telas são usadas quando há transporte de materiais com muitas pontas ou quinas, como é o caso de entulhos de construção ou sucatas. Normalmente, elas são feitas com um material resistente, então, é improvável que se rasguem durante a viagem.

Qualidade da lona

Após definir as dimensões e o material da lona, você deve procurar um produto de qualidade, ou seja, que não se deteriore ou rasgue com pouco tempo de uso. Nesse caso, peça sugestões de marcas ou fornecedores a outros proprietários de frotas ou a caminhoneiros que costumam usar lonas durante o transporte.

Também confira se há garantia do fabricante para assegurar o seu dinheiro de volta ou a troca do produto, se for necessário.

Custo-benefício

Buscar o melhor custo-benefício é fundamental para evitar gastos desnecessários, além de assegurar o seu faturamento e o lucro. No entanto, entenda que isso não significa que você deve adquirir o produto mais barato do mercado, mas, sim, o que proporciona melhores resultados pelo menor preço.

Faça orçamentos de diferentes itens e veja qual é capaz de satisfazer às suas necessidades. Se você não tiver confiança sobre o que está adquirindo, então, escolha um fornecedor ou um fabricante que ofereça um bom tempo de garantia.

Também é possível procurar o produto na internet, já que você terá uma variedade maior de vendedores, preços, formas de pagamento e tipos de lona online, especialmente se estiver em um local com poucos fornecedores.

Facilidade de manutenção

Após cada viagem, será necessário que você faça a manutenção e a limpeza adequadas para aumentar a durabilidade da lona. Geralmente, é preciso apenas lavá-la com água e sabão neutro, já que, se for necessário ter muitos cuidados especiais para fazer a sua manutenção, ela acabará por elevar os seus custos.

Condições climáticas

Verifique se a lona é resistente às mudanças drásticas de temperatura, já que ela estará suscetível ao frio e ao calor intenso durante uma mesma viagem. Além disso, ela poderá sofrer com chuvas fortes (e até chuvas de granizo), sendo importante questionar se ela é impermeável.

Por exemplo, é possível que o motorista se encontre em um local mais fresco e chuvoso, mas a região de destino pode ser excepcionalmente quente e seca, o que geralmente acontece em viagens inter-regionais ou interestaduais.

Quais são os cuidados necessários para preservar a lona?

Existem diferentes medidas que você pode tomar para conservar a lona e aumentar a sua vida útil, o que diminuirá os seus custos e o intervalo de tempo até que haja necessidade de comprar novos itens. As mais eficazes são:

  • lavar a lona depois de cada viagem e não usar corrosivos ou produtos químicos;
  • não forçar a lona contra cantos vivos da carga;
  • evitar usar cantoneiras de metal na lona;
  • não arrastá-la sobre superfícies ásperas;
  • não forçar a lona sobre quinas e cantos do caminhão;
  • ao guardá-la, não deixá-la molhada, sobre o chão ou em paredes úmidas;
  • evitar que a sua parte traseira fique solta — isso pode ser feito ao usar o mesmo tipo de fixação em toda a lona.

Apesar dos vários benefícios da lona de caminhão, não é qualquer uma que garantirá todas as vantagens que esse item proporciona. Por isso, tenha certeza de que você aplicará todas as orientações publicadas neste conteúdo para garantir que escolherá a lona ideal para a sua frota.

Tem alguma dúvida ou opinião sobre o assunto? Então, use já o espaço abaixo para deixar um comentário neste artigo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.