4 dicas para gerenciar a manutenção de frota de ônibus

6 minutos para ler

O trabalho de gestão de qualquer negócio exige habilidades técnicas e experiência dos líderes para executar suas ações apresentando baixas taxas de erros, bem como planos de ação pontuais e eficientes para garantir o crescimento contínuo da empresa. No ramo de frota de ônibus, não é diferente. Essa modalidade de transporte requer bastante conhecimento sobre logística, manutenção preventiva e planejamento de rotas.

Portanto, os gestores do segmento devem sempre se atualizar sobre metodologias e estratégias administrativas visando à produtividade e ao rendimento da empresa. Caso contrário, o negócio pode sofrer muito com erros na tomada de decisão, problemas no gerenciamento de veículos e atrasos nas viagens. Felizmente, existem práticas que são uma mão na roda quando se trata de gestão de frota de ônibus.

Para ajudar você nesse assunto, preparamos este artigo falando sobre a importância de um bom gerenciamento da manutenção de frota de ônibus e como realizar esse trabalho com excelência. Continue a leitura e fique por dentro de tudo!

Qual a importância de uma boa gestão de frota de ônibus?

O ramo de frota de ônibus está sujeito a regimes de trabalho bastante intensos, principalmente nos empreendimentos que operam em serviços de transporte público, em que há uma grande demanda. Assim, exige agilidade, alto desempenho, compromisso de horário etc.

Além do mais, até quem trabalha com o público privado com menor circulação necessita de uma boa gestão, visto que pode operar em trajetos mais longos e em situações que demandam maior desempenho e eficiência do transporte. Sendo assim, é preciso assegurar que os veículos estejam em plenas condições de funcionamento e operabilidade.

No setor de transportes, a disponibilidade é um dos indicadores de performance que mais impactam a condição de sucesso de uma empresa e a competitividade frente a concorrência. Vale frisar também o gerenciamento da distribuição de ônibus para que todos sejam empregados no transporte. Dessa forma, o empreendimento evita problemas por falta de uso e consegue lucrar com todas as ferramentas disponíveis.

Como gerenciar a manutenção de frota de ônibus?

Confira agora mesmo as melhores práticas para implementar uma manutenção de frota de ônibus eficiente na sua empresa!

1. Programe as datas da manutenção

A primeira dica se refere ao programa das datas de manutenção da frota. Nesse sentido, os ônibus e todos os veículos que participam do serviço de transporte apresentam um cronograma específico de revisões, o qual deve ser seguido pela equipe de gestão de frotas.

Falando um pouco mais sobre a importância das manutenções preventivas, elas têm a finalidade de garantir que os veículos estejam a todo momento operando com o máximo desempenho e performance. Além do mais, é possível evitar grandes gastos com reparos decorrentes de problemas inesperados nos veículos.

Sendo assim, é muito importante direcionar um programa de controle dos prazos de manutenção de cada veículo. Normalmente, cada ônibus terá as datas certas de revisões preventivas. Além disso, há peças e componentes do veículo que têm vida útil pré-determinada, o que exige maior atenção ao averiguar a troca prematura de cada item.

2. Faça um checklist de manutenção

Como destacamos no item anterior, é muito importante ficar de olho nos prazos de manutenção das peças e dos componentes dos ônibus. Nesse caso, além de levar em conta os períodos limites de vida útil dos itens, é preciso ter em mente quais são os principais sistemas que devem fazer parte do checklist de manutenção.

Essa lista costuma abranger sistema de freio, sistema de suspensão, estado de conservação dos pneus, sensores e atuadores do motor, entre outros pontos específicos. Somado a isso, deve ser feita a manutenção básica para o funcionamento do veículo, como calibragem dos pneus, nível do fluído de óleo, condição de funcionamento das lanternas de sinalização e faróis etc.

Ao deixar bem definidos o calendário de manutenções e o checklist de revisão de cada sistema, você facilita o trabalho da gestão de manutenção da frota e torna o processo mais organizado e eficiente. Lembre-se de que ignorar essas estratégias pode deixar esse trabalho mais complexo, o que demandará mais gastos e investimento de tempo.

3. Promova treinamentos para os funcionários

Mesmo fazendo um bom trabalho de gestão da frota e modernizando as suas ferramentas de gerenciamento, os resultados não serão tão satisfatórios se seu time não estiver capacitado para acompanhar o desenvolvimento da empresa. Isso porque tanto os colaboradores do ambiente interno quanto os motoristas necessitam de capacitações para que cumpram suas funções de forma eficiente, ágil e técnica.

Em se tratando dos motoristas, por exemplo, é preciso investir no treinamento voltado à direção defensiva, na qual o objetivo principal é estimular condutas e práticas de direção mais seguras, a fim de evitar acidentes e danos para a frota.

Outra dica essencial é reforçar sempre os bons hábitos de conservação e uso dos ônibus, tendo em vista que o modo de direção de cada motorista impacta diretamente a vida útil de peças e sistemas do veículo.

4. Encontre fornecedores de peças de qualidade

Por fim, não abra mão de fornecedores de peças de qualidade, já que as manutenções dos veículos só serão efetivas se os componentes trabalhados forem de primeira linha. Muitas vezes, na intenção de economizar, o gestor prioriza o preço em detrimento da qualidade do produto.

Esse é um erro grave, pois pode resultar em gastos e custos maiores que os previstos no retrabalho de manutenção. Isso porque peças não originais tendem a ter uma menor vida útil, além de não apresentarem a mesma eficiência das de primeira linha. Logo, busque parceiros com credibilidade no mercado e que sejam referência no nicho em que atuam.

Essas foram as dicas de como gerenciar a manutenção de frota de ônibus. Vale ressaltar que o planejamento desse cronograma pode ser feito por meio de um estudo geral sobre as características específicas da sua frota e a demanda esperada para as revisões. Só assim é possível propor um programa que vai impactar diretamente a produtividade da empresa.

Gostou do artigo? Então, siga nossos perfis nas redes sociais e fique por dentro de todas as nossas atualizações: Codema (Facebook, Instagram, LinkedIn), Cavese (Facebook, Instagram, LinkedIn) e Suvesa (Facebook, Instagram, LinkedIn)!

suvesa mercado shops
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.