Veja o que é preciso verificar em um checklist para manutenção de ônibus

6 minutos para ler

Você tem um cronograma de manutenção de ônibus? Se a resposta for “não”, saiba que essa negligência pode trazer inúmeros prejuízos para o seu veículo e, principalmente, para o seu bolso. Isso porque as idas regulares ao mecânico são vitais para garantir o bom funcionamento do ônibus. Sem elas, vários problemas podem surgir e você só perceberá quando o estrago tomar uma proporção maior.  

Por isso, ter o compromisso de cumprir com o cronograma de manutenção é importante não só pela questão financeira, mas por estar ligado diretamente à segurança, tanto a sua quanto a dos passageiros. Então, para ajudarmos você nessa questão, preparamos este artigo com um checklist dos principais componentes que devem ser verificados nas revisões. Continue a leitura!

Verifique o óleo do motor

O primeiro item a ser conferido durante as manutenções é o nível do óleo. Isso porque trata-se de um componente que influencia diretamente o funcionamento do ônibus. Para você ter uma ideia da sua importância, basta ter em mente que o motor do veículo pode ser comparado ao nosso coração e o óleo é o fluido de que ele necessita para continuar funcionando.

Diante disso, a função do óleo é justamente garantir que as partes metálicas estarão sempre lubrificadas, pois, caso contrário, o atrito gerado entre essas peças pode fundir o motor.

Para não correr esse risco, é muito importante que você consulte o manual do fabricante e siga à risca as orientações estabelecidas para o uso do óleo, bem como os prazos recomendados para a realização da troca.

Vale ressaltar que existe a possibilidade de criar um cronograma de troca diferente do que é orientado pelo fabricante, pois a frequência de uso do ônibus também contribui para o envelhecimento prematuro do óleo. 

Em situações assim, é muito importante contar com a ajuda de um profissional para analisar o seu caso e criar uma rotina de revisões específica para as suas necessidades. No entanto, via de regra, tenha em mente que ele deve estar sempre acima do nível mínimo indicado. 

Atente à calibragem dos pneus

Você sabia que cada pneu tem uma calibragem específica? Muitos condutores, por não terem conhecimento disso, calibram de forma errada e têm como consequência a queda do desempenho e a redução do tempo de vida útil desses componentes. 

Portanto, atentar para a calibragem correta dos pneus é importante para evitar:

  • riscos de acidentes;
  • descarte prematuro de outras peças;
  • aumento do consumo de combustível;
  • dificuldade na direção.

Para saber a pressão de ar ideal para os pneus do seu ônibus e o período certo entre cada calibragem, basta consultar o manual do fabricante. De forma geral, os mecânicos orientam que, a cada 15 dias, ou sempre antes de uma viagem, a pressão de ar dos pneus seja regularizada. 

Vale lembrar que, além de ficar atento à calibragem dos pneus, é muito importante identificar a necessidade de realizar o balanceamento e o alinhamento das rodas. Para saber se estão desalinhadas, basta observar se o veículo pende para um dos lados quando está em linha reta. A falta de alinhamento aumenta os riscos de acidentes, danifica outros componentes e eleva o consumo de combustível. Então, vale a pena ficar de olho.

Cheque as lâmpadas

As lâmpadas têm um papel importante no veículo, pois são responsáveis por permitir que você e os demais condutores tenham uma boa visibilidade da pista, por isso, devem ser conferidas constantemente. Lembre-se também de que trafegar com lâmpadas queimadas é proibido, pode gerar multas e render a redução de pontos na carteira, caso você seja pego pela fiscalização.  

Avalie o sistema de suspensão

O sistema de suspensão tem a função de manter a estabilidade do ônibus, absorver os impactos do solo e proporcionar uma direção confortável, com menos interferência de ruídos e vibrações. Tendo em vista que uma suspensão com problemas afeta o desempenho de outros componentes, é essencial que a manutenção preventiva seja feita para evitar o desgaste do sistema e preservar a durabilidade de outros componentes.

Confira o desempenho dos freios

Não precisa ser um condutor para saber que os freios têm impacto direto na segurança do veículo, não é mesmo? Por isso, devem ser revisados em todas as idas ao mecânico.

A frequência das manutenções varia conforme o modelo do veículo e de acordo com o quanto é utilizado. Contudo, algumas peças, como pastilhas de freio, sapatas e discos, têm capacidade de durarem, em média, dez mil quilômetros.

Para saber o momento certo de fazer a troca, existem alguns sinais de desgaste que indicam quando há algo de errado com o sistema de frenagem. São eles:

  • pedal de freio baixo ou duro;
  • trepidação no volante;
  • ruídos durante a frenagem.

Observe o escapamento

Com a função de filtrar os gases do motor, o escapamento é um componente que deve ser revisado com frequência, pois, quando apresenta defeitos, além de aumentar o consumo de combustível, gera a necessidade de troca de todos os componentes que integram esse sistema.

Sistema elétrico e bateria

O sistema elétrico tem um papel muito importante no funcionamento do veículo, pois, sem ele, nada no ônibus funciona. Sendo assim, os problemas mais comuns na parte elétrica têm relação com a oxidação de cabos, terminais e bateria.

Aliás, esse último componente necessita de alguns cuidados para preservar a sua durabilidade e identificar possíveis falhas, como;

  • verifique a carga e a potência de arranque;
  • observe se, ao dar partida no carro, o painel acende uma luz vermelha, pois é sinal de que algo não vai bem;
  • esteja atento à validade da bateria;
  • faça a limpeza dos polos da bateria;
  • ao dar a partida, desligue todos os componentes elétricos;
  • evite o uso de cabos de transferências.

Portanto, esses são os componentes que você precisa revisar durante a manutenção do ônibus. Para garantir que as revisões sejam feitas de forma eficiente, é muito importante atentar aos prazos estabelecidos pelo fabricante e buscar uma oficina mecânica que seja reconhecida pela qualidade de seus serviços. 

Gostou do artigo e quer saber mais sobre o assunto? Então, confira os motivos pelos quais você deve fazer a manutenção preventiva.

suvesa mercado shops
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.