Motor de caminhão: 10 cuidados para uma boa manutenção do bruto

6 minutos para ler

Um dos principais cuidados na hora de comprar um automóvel é manter a sua manutenção, especialmente quando nos referimos ao motor de caminhão. Isso porque esse compartimento é um dos itens mais caros, visto que é considerado o coração do veículo.

Por isso, para evitar problemas nas estradas e prejuízos para a frota, é importante realizar a manutenção preventiva de alguns itens fundamentais, a fim de garantir um melhor desempenho do caminhão.

Pensando nisso, separamos 10 cuidados principais que se deve colocar em prática para ter o motor do caminhão sempre em bom funcionamento. Confira!

1. Verifique o óleo do motor

Um dos cuidados básicos é a troca periódica e a verificação do óleo do motor. A atenção de checagem deve ser redobrada nos caminhões que sempre estão nas estradas, visto que é exigido mais do motor dos veículos pesados do que de passeio. Diante disso, rodar com o nível abaixo dos estabelecidos pode não proporcionar a lubrificação necessária e fundir o motor.

O ideal é seguir as instruções do fabricante para que a troca seja feita de acordo com a quilometragem correta. Além disso, é importante estar atento para o nível no compartimento do motor e completar o óleo caso haja necessidade e não houver nenhum tipo de vazamento.

2. Atente para as trocas dos filtros

Impurezas e outras substâncias concentradas podem danificar os anéis do motor se não forem bloqueadas de maneira adequada. Por isso, é essencial atentar para troca dos filtros seguindo as recomendações estabelecidas no manual do caminhão.

Para facilitar o acompanhamento e não esquecer o prazo pode-se criar um cronograma para a correta substituição dos filtros em cada veículo da frota.

3. Limpe os purificadores de ar

Para que o motor de caminhão tenha um bom funcionamento também é importante limpar os purificadores de ar. Esse processo não exige muito trabalho e tempo, basta apenas retirar os purificadores e com a parte de borracha voltada para o chão, bater levemente até soltar os resíduos contidos.

Vale lembrar que não é recomendado lavar ou utilizar compressores de ar nos purificadores, pois eles têm pouca resistência à umidade, por serem feitos de materiais similares ao papel.

4. Fique de olho no líquido de arrefecimento

Alguns itens podem comprometer o líquido de arrefecimento, como falta de vedação da tampa do reservatório, mangueiras e radiador furados, junta do cabeçote danificada ou válvula termostática engripada.

Com isso, caso o caminhão rode longas distâncias com o nível fora do padrão, certamente poderá comprometer ou até fundir o motor. Assim, vale a pena ficar de olho no nível do líquido de arrefecimento e se houver alguma irregularidade consultar um mecânico de confiança.

5. Observe a qualidade e quantidade de combustível

Tanto a qualidade quanto a quantidade de combustível interferem no desempenho do veículo. Andar com o tanque vazio de combustível pode fazer com que a entrada de ar para o motor seja facilitada, consequentemente levando mais umidade e impurezas. Para que isso seja evitado, é importante rodar com o tanque cheio para proteger o motor.

Outro item a se observar é a qualidade do combustível, pois por mais que o valor praticado na região não esteja favorável, desconfie de preços mais baratos na bomba. Isso porque combustíveis com o valor muito reduzido podem estar adulterados e danificar o motor.

6. Opte sempre por peças originais

Desde uma peça grande como um simples óleo, no momento de trocar qualquer item do motor de caminhão é fundamental optar pelas originais.

Essa condição proporciona maior segurança e durabilidade das peças, pois foram fabricadas de acordo com as recomendações do fabricante. Já nos casos das paralelas a sua vida útil pode ser reduzida e gerar pane no veículo.

7. Analise a refrigeração do motor

Para que a temperatura do motor esteja sob controle é fundamental que o sistema de refrigeração trabalhe de maneira adequada, contribuindo para o agrupamento de peças não se romper por causa do calor e acabar fundindo o motor.

Neste sentido, é importante ter o cuidado de analisar a refrigeração do motor e adicionar água juntamente do aditivo no radiador, a fim de não comprometer o motor levando ao superaquecimento.

8. Certifique sobre o sistema de transmissão

O sistema de transmissão consiste em direcionar a rotação do motor para os componentes de tração do caminhão. Todo esse processo deve trabalhar com lubrificação para evitar que haja atrito entre as peças envolvidas.

Em vista disso, certificar o sistema e realizar os reparos necessários, principalmente quando há algum barulho quando executa a troca de marcha.

9. Investigue os sinais que o motor apresenta

A redução no desempenho do motor não acontece sem dar indícios. Seja o aumento no consumo de combustível, uma fumaça espessa saindo do escapamento ou um barulho anormal, são alguns exemplos de sinais que o motor está dando quando há algo errado acontecendo.

Neste caso, é importante investigar o problema e procurar realizar uma manutenção preventiva, antes que se torne um reparo emergencial.

10. Evite conduzir em altas velocidades

Conduzir em altas velocidades pode causar acidentes, multas, avarias na carga e ainda contribuir para maior rotação do motor e, consequentemente, a sua temperatura.

Em médio prazo, essa condição pode gerar desgastes desnecessários, pois força o motor e traz queda em seu desempenho. Por isso, é importante estar de olho neste quesito na hora de contratar um caminhoneiro para a frota, podendo inclusive, investir em um sistema de rastreamento.

Por que é importante realizar as manutenções preventivas?

A manutenção preventiva é a substituição ou o conserto de um item desgastado, ou peças quebradas. Com isso, diminui a demanda de reparos emergenciais, os quais tendem a sair mais caros. Assim, é importante realizar esse tipo de manutenção preventiva para evitar que o problema se torne mais grave no futuro, realizando um bom planejamento e cronograma para envolver todos os veículos da frota.

Mas, para que o serviço de manutenção seja feito corretamente é necessário seguir o manual de instrução do caminhão, visto que este guia conta com diversos detalhes que foram elaborados por quem o projetou. Assim, tanto a respeito do motor de caminhão quantos outros itens, para manter o seu bom desempenho, é interessante que este documento esteja sempre próximo e seja entendido pelo motorista como também seja guia de orientação para o mecânico.

Gostou do artigo? Tem alguma dúvida? Então, entre em contato conosco e seja atendido por um de nossos consultores, para que assim, possamos ajudá-lo.

suvesa mercado shops
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.