Peças para caminhão: o que analisar para escolher as melhores?

6 minutos para ler

Rodar centenas de quilômetros todos os dias demanda um grande esforço não apenas dos motoristas, mas também dos caminhões da frota. As práticas para aumentar a vida útil do veículo passam por uma direção segura e pelo cuidado no momento de escolher as peças para caminhão.

Realizar a troca desses componentes devido à quebra, seja por mau uso ou desgaste natural, é um dos maiores custos gerados para uma transportadora. Logo, adotar atitudes corretas na condução dos veículos, bem como estar alerta quanto ao estado de conservação dos diversos itens, é sempre a melhor saída.

Para não errar na hora de comprar peças para caminhão, reunimos neste post as principais recomendações para que você conte sempre com os melhores componentes ao seu dispor. Confira!

Tenha um diagnóstico sobre o caminhão

Gestores que mantêm revisões em dia conseguem evitar que muitas peças fiquem avariadas de uma só vez, o que tornaria o custo de reparo muito elevado. Fazer um diagnóstico periódico — dentro da quilometragem estipulada pela montadora — economiza tempo de caminhão parado.

Essa atitude também permite detectar quais peças estão mais sujeitas ao desgaste, visando a se preparar financeiramente para não passar por surpresas desagradáveis. O ideal é sempre ficar de olho no escapamento, caixa de câmbio, suspensão e ruídos estranhos do motor, bem como na potência alcançada nos trajetos.

Analise a rotina de uso dos caminhões

Para fazer com que as peças durem mais, é fundamental avaliar as condições a que elas estão expostas ao longo do trabalho. Considere em qual tipo de rodovia os caminhões costumam rodar com mais frequência, quantas horas por dia seus motoristas dirigem e qual o peso médio das mercadorias transportadas.

Essas condições podem afetar a vida útil dos componentes e, por essa razão, é essencial estar atento a elas. O sistema de freios, por exemplo, declina muito com o desgaste causado por rotas mal conservadas ou devido a cargas muito acima do peso recomendado.

Fique de olho em componentes caros

Algumas partes distintas podem apontar diversos problemas no veículo. Os pneus, por exemplo, quando se desgastam de modo irregular ou precoce, sugerem que as peças da suspensão estão avariadas ou que a calibragem não está correta.

Com pneus nesse estado, o caminhão tende a exigir mais do motor, resultando em idas frequentes à oficina no futuro — que não saem baratas, pois você terá que comprar muitas peças ao mesmo tempo. Sendo assim, procure mantê-los com a pressão correta e observe periodicamente o estado deles para não ter que gastar muito dinheiro depois.

Já o óleo — um dos produtos mais onerosos da máquina — é indispensável para o correto funcionamento do motor. Se ele não for substituído dentro do período recomendado, pode comprometer o propulsor. Mudanças na sua estrutura (viscosidade e propriedade de lubrificação) também podem causar danos em outros sistemas de funcionamento, daí a importância de revisões periódicas.

Procure fornecedores confiáveis

Se a boa procedência das peças é um fator-chave a ser considerado, o mesmo vale para os fornecedores. Portanto, a melhor alternativa é comprar componentes em concessionárias. Dessa forma, você saberá o que esperar dos materiais e do serviço.

Por isso, ao buscar indicações e referências de fornecedores, fique atento às reclamações constantes e, inclusive, no modo como a loja atende e responde às dúvidas dos clientes.

Antes de fechar negócio, veja as condições físicas do estabelecimento e a maneira como ele organiza seu estoque de peças para caminhão. O local é organizado, limpo, livre de umidade e impurezas? As boas condições são importantes não somente para impressionar você, consumidor, mas também para garantir a preservação dos itens automotivos.

Igualmente, você precisa confiar na equipe mecânica que realizará as trocas e reparos. Afinal, um produto pode causar transtornos se não for corretamente instalado no seu veículo.

Utilize peças de qualidade para caminhões

Por incrível que pareça, ainda há diversos gestores de frotas optando por peças genéricas com intuito de economizar. No entanto, isso pode resultar em um custo muito elevado em longo prazo, pois, sem os parâmetros necessários, elas tendem a avariar mais rápido e até mesmo arruinar outras partes do motor.

As peças originais garantem mais segurança e podem evitar acidentes, uma vez que elas têm a composição e as medidas corretas, ou seja, “encaixam-se como uma luva” nos sistemas para os quais foram desenvolvidas.

Ademais, vale ressaltar que os componentes genuínos são submetidos a vários testes para obter a certificação adequada antes de serem direcionados para o mercado. Como consequência, eles funcionam sem afetar outras partes do sistema mecânico do caminhão.

Algumas características são de conhecimento exclusivo do fabricante. Dessa forma, ainda que as peças paralelas consigam desempenhar a mesma função por determinado tempo, raramente terão a mesma durabilidade e eficiência. Pense nisso!

Fique atento ao comprar peças pela internet

Contar com a praticidade de comprar peças em lojas virtuais é um grande diferencial. Isso porque você tem a tranquilidade necessária para procurar o melhor e mais barato negócio.

No entanto, quando o assunto é peças para caminhão, alguns cuidados precisam ser considerados. Em primeiro lugar, você deve pensar que, caso exista a necessidade de substituição do produto, será algo muito mais burocrático.

Precisa também ficar atento aos preços muito abaixo dos ofertados no mercado. Realize pesquisas em estabelecimentos físicos para saber o que realmente está adquirindo. Isso evita muitos contratempos, tanto para você quanto para a sua frota.

Diminua a intensidade do desgaste das peças

Por fim, a última dica é investir em boas práticas para garantir que tudo funcione corretamente. Ao fazer isso, você aumenta a durabilidade das peças e, ao mesmo tempo, evita que elas quebrem em conjunto, gerando uma boa economia para o seu negócio. Veja algumas recomendações:

  • seja cauteloso ao dirigir;
  • realize as manutenções preventivas;
  • utilize combustível de qualidade;
  • verifique sempre o líquido de arrefecimento;
  • use a embreagem corretamente;
  • respeite o limite de carga do caminhão;
  • fique atento aos sinais emitidos pelo veículo — barulhos, trepidações e perda de potência.

E então, o que achou das nossas dicas sobre como comprar peças para caminhão? Esperamos que elas possam ajudar você a fazer um bom negócio. Quando chegar a hora, escolha fazer suas compras em concessionárias conhecidas, pois elas oferecem produtos de qualidade e procedência comprovada. Assim, você garante o bom funcionamento dos veículos da sua frota.

Gostou deste conteúdo? Aproveite que você chegou até aqui e baixe este guia. Nele, você vai conhecer dicas valiosas para alcançar o melhor desempenho do seu caminhão!

Você também pode gostar

Deixe um comentário