Compra e venda de caminhão usado: o que deve ser avaliado?

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Assim como outras escolhas na gestão de frotas, a compra e venda de caminhão usado merece atenção especial. Afinal de contas, esse é o tipo de decisão que impactará diretamente a qualidade técnica da sua operação, principalmente se pensarmos no ponto de vista financeiro.

Por isso, aproveitamos o momento para criar este artigo exclusivo sobre o tema. O nosso objetivo é demonstrar os fatores necessários para a realização de bons negócios, com a aquisição de máquinas em plenas condições para atender às necessidades da sua frota. Agora, não perca tempo e acompanhe!

A importância do planejamento na compra e venda de caminhão usado

Como todos nós sabemos, os caminhões são bens de valores significativos. Por essa razão, encontramos o primeiro motivo que deve estimular o planejamento. Afinal, é do interesse da frota conseguir preços justos, tanto na compra como na venda.

Mas essa preocupação se torna ainda mais especial quando consideramos a aquisição de caminhões usados. Muitas vezes, a gestão decide modernizar a frota com veículos com poucos anos de uso, pois os modelos que compõem a frota atual já estão no fim da vida útil.

É nesse ponto que surge uma dúvida comum aos consumidores: como acertar na compra de caminhão usado? Diferentemente dos modelos zero, os usados já contam com algum tempo de estrada, exigindo uma atenção redobrada em termos de documentação, regularidade e preservação mecânica.

Os principais fatores para fazer um bom negócio

Agora, vamos ao que interessa! Da forma como percebemos, a compra de um caminhão usado deve ser antecedida por sete verificações principais. Dê uma olhada! 

Vistoria

De todos os pontos, esse é um dos mais importantes, pois está diretamente relacionado com a durabilidade da máquina na jornada de trabalho. Muitas vezes, os compradores ignoram esse ponto, motivados por uma compra por impulso.

Entretanto, é importante contornar essa precipitação, levando um mecânico da sua confiança para analisar o veículo antes de tomar uma decisão final. Uma vistoria completa deve avaliar a condição dos sistemas de freio, suspensão, elétrica, transmissão, lataria, pneus, embreagem e muito mais.

Com a aprovação do profissional, você reforça a qualidade da sua decisão e minimiza a probabilidade de uma decepção pós-compra. Além disso, essa vistoria também é importante do ponto de vista da segurança, já que evita a aquisição de uma máquina sem condições de pegar a estrada.

Documentação

Esse é um detalhe que costuma ser mais importante em uma negociação direta com Pessoa Física — ainda que existam lojistas que exijam uma atenção redobrada. A análise da documentação pode ser feita com a contratação de um dossiê com o histórico do veículo.

Esses relatórios podem ser comprados em ferramentas, como Carcheck e CheckAuto. Tecnicamente, uma consulta completa é capaz de levantar todo o histórico documental do veículo, identificando envolvimento em acidentes, leilões, sinistros, recall, multas, quilometragem real e muito mais.

Assim, você reforça o seu processo de pesquisa e decisão, pois é capaz de identificar possíveis irregularidades ao examinar o veículo presencialmente, identificando quilometragens adulteradas, componentes substituídos etc.

Detalhes mecânicos

Os detalhes são observações identificadas durante a vistoria ou informadas voluntariamente pelo vendedor. Aqui, falamos de pequenos problemas que podem ser facilmente reparados, mas que, logicamente, representam um custo extra logo após a aquisição.

Sinais de batidas

Mesmo que você não queira consultar o histórico do veículo, existem vezes em que é possível identificar o envolvimento de um caminhão em acidentes. Essa percepção pode ser feita tanto por você como por um mecânico da sua confiança.

A forma mais fácil de identificar é ao perceber uma deformação em algum ponto da lataria ou da estrutura do caminhão. No entanto, um mecânico conseguirá levar isso adiante, avaliando a numeração das peças em pontos estratégicos e identificando se houve uma substituição no passado.

Lataria

Complementando o ponto anterior, destacamos a preocupação com lataria e pintura. Logicamente, danos e imperfeições superficiais não interferem na qualidade do seu trabalho. No entanto, muitos caminhoneiros têm um apreço por suas máquinas.

Por isso, é interessante priorizar modelos em boas condições estéticas, já que isso maximiza a atratividade do veículo em uma possível revenda. Além disso, alguns danos podem ser indicativos de envolvimento em acidentes, como destacamos no ponto anterior.

Capacidade de carga

Assim como a vistoria e a documentação, a capacidade de carga figura como um dos pontos mais importantes na sua decisão de compra. Afinal de contas, essa é uma especificação diretamente relacionada ao tipo de operação de transporte que será realizado com essa máquina.

Felizmente, essa é uma análise rápida e fácil, dependendo exclusivamente do que você precisa para a sua frota. Esse é o tipo de filtro que determinará a escolha de modelos maiores ou menores, com caçamba ou baú, com dois eixos ou mais etc.

Condições

Por último, as condições de pagamento. Esse é um fator mais voltado à negociação da compra do que ao veículo em si. Em nossa visão, você deve priorizar as propostas e condições que atendam às necessidades e aos limites do seu orçamento.

Afinal de contas, você está adquirindo uma ferramenta de trabalho e parte fundamental no sucesso de uma negociação é que ela não prejudique a sua tranquilidade financeira, em últimos casos, impactando a sua qualidade de vida.

É com isso em mente que você deve priorizar boas concessionárias licenciadas, que carregam a excelência de uma montadora como indicativo de transparência e responsabilidade. Assim, você elimina a probabilidade de fazer um mau negócio.

A importância da inspeção por um profissional de qualidade

Inclusive, esse é um gancho para falarmos sobre a inspeção profissional. Em nossa opinião, só existe um cenário em que você pode ignorar a vistoria pré-compra: quando a aquisição será feita em uma concessionária licenciada de absoluta confiança e reputação no mercado.

Exemplos disso são as concessionárias cativas da Scania Brasil, como a Cavese, em Santa Catarina, a Suvesa, no Rio Grande do Sul, e a Codema, em São Paulo e Minas Gerais. Em comum, essas redes oferecem portfólios com modelos tecnicamente inspecionados e com documentação perfeita.

Basicamente, isso significa maior segurança, liberdade e confiança para o consumidor que sai em busca de um novo modelo. Conosco, modernizar a sua frota é garantir a competitividade financeira da sua operação, com máquinas seguras, confiáveis e com baixo consumo de combustível.

Você gostou deste post explicando os fatores mais importantes na compra e venda de caminhão usado? Então, aproveite o momento para melhorar essa decisão, entendendo como se planejar para a troca de um caminhão!

suvesa mercado shopsPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.