Como manter a saúde mental do caminhoneiro durante seu dia a dia?

6 minutos para ler
spotify scaniaPowered by Rock Convert

Segurança e qualidade de vida. Esses são os dois pontos básicos para que um profissional mantenha uma boa produtividade nas estradas. Por isso, aproveitamos o tema para criar este artigo em que falaremos tudo que você precisa saber sobre a saúde mental do caminhoneiro.

O nosso objetivo é demonstrar a importância desse aspecto para a jornada dos motoristas da sua frota. Para aprimorar a saúde da sua equipe, criamos uma lista com as principais dicas cotidianas, capazes de melhorar a rotina dos profissionais, com prevenção, cuidado e responsabilidade. Vamos lá!

A importância de uma boa saúde mental para encarar as estradas

Como todos sabemos, a vida na estrada tem seus pontos altos e baixos. Logicamente, o senso de liberdade e autonomia é um dos grandes atrativos para quem busca uma carreira no transporte de cargas. No entanto, a solidão e o isolamento são desafios constantes.

É por conta desses fatores que o caminhoneiro de longo prazo deve aprender a conviver com esses detalhes, evitando prejudicar sua personalidade, seu humor e seu carisma. No entanto, a manutenção da nossa autoestima não depende única e exclusivamente da nossa vontade.

Na realidade, todos nós precisamos de parâmetros para tornar a nossa existência mais agradável, tranquila e previsível. Além disso, também existem fatores reais, físicos e biológicos, como a nossa alimentação e o descanso, que interferem diretamente na forma como levamos a vida.

É por isso que criamos este artigo. A nossa missão é demonstrar tudo o que a sua equipe precisa para manter uma boa saúde mental, com amigabilidade, controle e otimismo. No fim das contas, é isso que dá a energia necessária para que todos superem os desafios do dia a dia, com calma e produtividade.

As melhores dicas para a saúde mental do caminhoneiro

Uma parte fundamental a uma boa gestão é o planejamento de rotinas e responsabilidades. É desafio do gestor criar uma operação sustentável, que concilie as necessidades dos motoristas com as expectativas da gestão. Agora, veja como isso é possível!

Rotina previsível

Eis uma ideia óbvia, mas que merece ser destacada: seres humanos não são máquinas. Por mais que a vida urbana exija uma produtividade cada vez maior dos integrantes, é fundamental entender as limitações da sua equipe.

Por isso, você deve incentivar, ou compulsoriamente determinar, o estabelecimento de rotinas para a realização do trabalho. Para a saúde mental, isso é importante por dois motivos. O primeiro é a previsibilidade. Com uma rotina, as atividades se tornam automatizadas.

Isso cria um senso de familiaridade e hábito no comportamento do motorista, minimizando sua indisposição no horário de trabalho. O segundo motivo é a abertura de horários para que o motorista respeite suas necessidades fisiológicas mais fundamentais, como a alimentação, o descanso e afins.

Pausas periódicas

No entanto, mesmo durante a jornada de trabalho, é fundamental fazer pequenos descansos. Isso é importante tanto para a saúde mental do caminhoneiro, que pode aliviar a tensão dos braços e pernas após muitas horas de estrada, como no aspecto da segurança no trânsito.

Controle emocional

Como é normal, as pendências e pressões da vida também se acumulam sobre os caminhoneiros. No entanto, é importante que esse profissional saiba despressurizar sua mente dessas preocupações, justo pela importância e pela responsabilidade de seu trabalho.

Para conseguir um bom controle emocional, evitando episódios de ansiedade ou estresse, o caminhoneiro deve abandonar o consumo de todo tipo de conteúdo que engatilhe essas emoções. O mesmo vale para o consumo excessivo de estimulantes, como café, energéticos e afins.

Em doses controladas e em momentos estratégicos, essas composições podem ser úteis. No entanto, elas geralmente afetam o ciclo de sono do profissional, desequilibrando sua janela de descanso e, consequentemente, prejudicando o humor nos dias seguintes.

Alimentação consistente

A jornada nas estradas é muito exigente, tanto corporal quanto mentalmente. É por isso que o caminhoneiro deve ser responsável com sua alimentação, consumindo em horários e quantidades certas, com a ingestão das proteínas, carboidratos e vitaminas necessárias para a sua saúde no longo prazo.

Novamente, é importante encaixar a janela de alimentação em períodos compatíveis com a rotina de trabalho e descanso. Assim, você garante que a digestão aconteça no momento certo, sem prejudicar a qualidade do sono durante as noites.

Sono necessário

Entre 7 e 8 horas de sono por dia. Isso varia naturalmente de pessoa para pessoa e é uma quantidade fundamental para a recuperação da sua cabeça, do corpo e do temperamento para o próximo dia. Sem seguir essa escala de previsibilidade – dormir e acordar todos os dias nas mesmas horas –, o corpo não consegue trabalhar de maneira virtuosa.

Obviamente, o caminhoneiro continuará trabalhando em depravação do sono, mas sem a atenção necessária para que a atividade seja feita de maneira responsável. Além disso, o mau humor fica em evidência, estimulando os gatilhos de estresse e a exposição a problemas cardíacos.

Contato familiar

A vida humana é essencialmente social. Nós precisamos da companhia alheia, mesmo que a distância, para garantir a manutenção do nosso bom humor, da personalidade e da saúde mental. Por isso, é fundamental que o profissional da estrada mantenha contato com as pessoas mais próximas.

O objetivo é evitar a alienação emocional, em que o caminhoneiro fica completamente isolado das outras pessoas. Esse contato diário com as pessoas que importam é fundamental para nutrir emoções e comportamentos saudáveis, como carinho, respeito, calma, tolerância e saudade.

Auxílio profissional

Por fim, vale lembrar que o caminhoneiro não precisa agir como se fosse um titã. De fato, os caminhoneiros são os heróis da estrada, mas ainda são pessoas comuns, com necessidades como todas as outras. Isso significa que eles estão expostos a vulnerabilidades como todas as outras pessoas.

É por isso que pode ser interessante buscar auxílio profissional. Caso esse especialista identifique um quadro clínico de depressão, contará com as soluções necessárias para inicializar um tratamento, evitando a progressão da dor e dos maus hábitos.

Como você pôde ver, a saúde mental do caminhoneiro depende de uma série de detalhes. No fim das contas, o que importa é dar manutenção à sua qualidade de vida emocional e social, evitando o aumento dessas preocupações.

Agora, aproveite o momento e leia nosso conteúdo especial para aumentar a sua segurança nas estradas!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.