Seguro de caminhão: o que é, como funciona e como contratar o melhor?

17 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Apesar das notícias que vemos todos os dias nos jornais sobre a vulnerabilidade do motorista nas estradas, só quem é caminhoneiro sabe como é, de fato, a sensação de ter que dirigir por horas com medo de sofrer um assalto ou precisar lidar com qualquer outro imprevisto. Diante dessa realidade, o seguro para caminhão se torna a solução mais viável para quem trabalha pelas rodovias brasileiras.

Isso porque o seguro permite que você possa trafegar pelas estradas com mais tranquilidade, pois, caso haja algum problema no seu caminhão provocado por acidentes, roubos, desastres naturais ou qualquer outro incidente que resulte em dano, você terá a certeza de que não vai ficar no prejuízo.

Sabendo que esse recurso é extremamente importante para os caminhoneiros de plantão, preparamos este conteúdo para explicar, em detalhes, para você como funciona, na prática, o seguro de frota de caminhão e como contratar o melhor serviço. Quer saber tudo sobre o assunto? Então, acompanhe a leitura!

O que é o seguro de frota de caminhão?

De forma geral, o seguro é um acordo que tem valor jurídico por meio de um contrato, feito entre o segurador e o segurado (pessoas físicas ou jurídicas). Esse trato determina que a entidade jurídica, responsável por assumir os riscos, deve indenizar o estipulante sempre que ele tiver um prejuízo (sinistro) por meio da ocorrência de qualquer incidente (risco) definido no contrato.

Para que o segurado receba a indenização, é necessário que ele pague um valor (prêmio) para o segurador. Ou seja, esse montante pago nada mais é do que o preço do seguro. Nesse caso, a quantia que deve ser paga já é definida no momento da elaboração do contrato.

Partindo desse conceito, o seguro de frota de caminhão é um acordo, em forma de contrato, feito entre um segurador e a empresa de transporte, no qual é assegurada, para o caminhoneiro, autônomo ou não, a redução dos possíveis prejuízos que ele pode sofrer caso ocorra algum imprevisto.

Para você entender melhor essa situação na prática, basta imaginar o seguinte exemplo: um caminhoneiro, ao seguir o seu itinerário, sofre um acidente no meio do trajeto. Além dos danos causados ao caminhão, a carga que era transportada foi saqueada por indivíduos que estavam próximos ao local.

Em uma situação como essa, a empresa de transportes ou o caminhoneiro (autônomo) teriam um enorme prejuízo. Nos casos de quem trabalha por conta própria, o dano seria ainda maior levando em consideração que não seria possível que o motorista exercesse a sua função sem a sua ferramenta de trabalho principal: o caminhão.

Sendo assim, o seguro para caminhão faz toda a diferença em situações semelhantes ou iguais a essa. Isso porque a empresa ou o caminhoneiro que optam por ter esse tipo de recurso ganham mais segurança, pois realizam o seu trabalho tendo a certeza de que, caso algum sinistro ocorra durante o seu tráfego, ele será ressarcido.

Como funciona o seguro de frota de caminhão?

Os seguros, de forma geral, apresentam a mesma estrutura de negociação. As alterações que acontecem de um para o outro são alguns acordos específicos feitos entre as partes envolvidas. Sendo assim, o seguro de frota de caminhão funciona da mesma forma que o de automóvel individual. Ou seja, o acordo é feito por meio de uma proposta, é facultativo e garante os seguintes benefícios:

  • haverá indenização nos casos em que houver danos provocados por acidentes, furtos ou desastres naturais;
  • caso haja algum passageiro no momento do sinistro, ele (ou os seus beneficiários) será indenizado; 
  • haverá ressarcimento de danos materiais ou pessoais causados pelo seu caminhão a terceiros;
  • haverá assistência completa para o caminhão e para os ocupantes do veículo em casos de acidentes ou pane.

Diante disso, para que a companhia de seguros elabore uma apólice, é preciso levar em consideração um conjunto de fatores importantes para a definição do valor do serviço. Ou seja, é preciso analisar, em casos de um seguro para uma frota de caminhão, as seguintes condições:

  • a quantidade de caminhões que compõem a frota;
  • as principais características, incluindo o comportamento da frota segurada;
  • o histórico de sinistro da frota;
  • a disponibilização de bônus;
  • as formas de pagamento;
  • a região de circulação.

Qual a importância do seguro de frota de caminhão?

É fato que os caminhoneiros se submetem, todos os dias, a diversos fatores de riscos quando estão trafegando pelas estradas brasileiras. Para constatarmos isso, basta pararmos um pouco para analisar o cenário no qual eles trabalham hoje.

Malha rodoviária em condições precárias

Sim, grande parte das estradas brasileiras, infelizmente, apresenta condições precárias, dificultando ainda mais o trabalho do profissional e comprometendo a sua segurança. Para você ter uma ideia, no ano de 2019, foi constatado que 59% da malha rodoviária apresenta algum problema de nível regular, ruim ou péssimo. Além disso, é preciso, ainda, lidar, muitas vezes, com a falta de uma sinalização de qualidade.

Alto índice de imprudência nas estradas

Outro fator que contribui para os riscos diários dos caminhoneiros é a imprudência por parte de terceiros. Ou seja, mesmo que o profissional desempenhe seu trabalho da forma mais responsável possível, praticando a direção defensiva e adotando práticas preventivas, a fim de evitar a ocorrência de acidentes, ele não está totalmente seguro, pois não utiliza as estradas sozinho.

Prova disso é que 53,7% dos acidentes que acontecem nas rodovias são provocados pela imprudência e pela negligência dos motoristas. Contudo, isso não significa que você deve deixar de praticar ações preventivas no trânsito. Pelo contrário, esse é mais um motivo para redobrar a atenção, ok?

Assaltos e roubos de carga

Sem dúvidas, este é um dos maiores medos de quem trabalha com o transporte de carga: ser vítima de um assalto. Isso porque o roubo de carga é uma ocorrência bastante presente no dia a dia de muitos caminhoneiros, pois eles atraem facilmente a atenção de criminosos.

Só no ano de 2018, foram registrados mais de 22 mil casos envolvendo roubo de carga, representando um prejuízo de cerca de R$ 2 bilhões para o setor produtivo. Essa realidade se deve a falhas de policiamento e ao aumento do transporte de mercadorias valiosas.

Além desses fatores de peso que mencionamos, ainda existem outros problemas que contribuem para aumentar a insegurança do caminhoneiro na estrada, tais como:

Diante desse cenário, fica claro que os riscos são mais reais do que muitos imaginam e, por isso, é extremamente importante que o caminhoneiro invista em medidas capazes de amenizar esses perigos. Sendo assim, optar por um seguro de caminhão é uma maneira mais efetiva de você garantir que não terá prejuízos, caso caia em alguma dessas situações. 

Em razão disso, torna-se um erro pensar nessa solução como um gasto e não como um investimento. Isso porque os riscos existem e é preciso, primeiramente, aceitar essa realidade e buscar meios seguros para lidar da melhor forma com ela. Nesse sentido, já se foi o tempo em que o seguro era visto como um recurso opcional para se tornar, hoje, algo essencial.

Quais são os tipos e benefícios do seguro de frota de caminhão?

A finalidade do seguro de transportes é cobrir danos e prejuízos causados nos veículos ou na carga transportada. Sendo assim, o mercado disponibiliza opções de seguros para qualquer tipo de necessidade, objetivo e orçamento. Diante disso, conheça, agora, os principais.

Transporte nacional

Essa opção visa a atender ao motorista que pretende circular apenas em território brasileiro. Nesse sentido, é determinado que todo meio de transporte nacional pode (e deve!) estar coberto por uma apólice. 

Nesse caso, a contratação dessa apólice pode ser feita de maneira anual ou bianual. Além disso, são oferecidos o seguro total (seguro do veículo + seguro contra terceiros) e o seguro RCF-V, que entrega a cobertura apenas para terceiros, não incluindo, assim, o veículo do condutor.

Vale lembrar que a proteção da carga ou a cobertura de prejuízos causados pelo desaparecimento dela podem ser incluídas no contrato, mas são serviços adicionais. Ou seja, você deverá pagar um valor (prêmio) a mais por isso.

Transporte internacional

Essa modalidade de seguro é específica para os caminhoneiros que realizam o transporte de carga para o exterior. Sendo assim, a contratação é feita levando em consideração:

  • os riscos do deslocamento;
  • a distância que será percorrida;
  • o local de destino;
  • o tipo de carga.

Outra característica específica dessa modalidade é que ela oferece uma cobertura mais ampla. Ou seja, são incluídos frete, impostos, despesas e os lucros. Nesse sentido, as principais seguradoras do Brasil disponibilizam, para os seus clientes, cobertura para toda a América Latina.

RCTR-C: Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga

Também chamada de seguro para acidentes, essa modalidade é considerada obrigatória devido à sua função, que consiste em assegurar, para a transportadora, a indenização de danos especificados no contrato.

Por esse motivo, o RCTR-C cobre todo o território nacional, basta apresentar um registro que comprove a contratação do serviço de entrega, como a nota de embarque ou o conhecimento de transporte.

Dessa forma, se, em algum momento, acontecer um incidente grave que obrigue você a pagar pelos prejuízos causados na mercadoria transportada, o RCTR-C será a sua salvação, pois ele assume a responsabilidade em situações em que houver:

  • colisão;
  • abalroamento;
  • capotagem;
  • tombamento;
  • incêndio ou explosão.

RCTR-VI: Responsabilidade Civil do Transportador em Viagem Internacional (Danos à Carga Transportada)

Outra modalidade também considerada de caráter obrigatório é a RCTR-VI, mais conhecida por “carta azul”. Esse tipo de seguro é destinado para veículos de passageiros ou de carga que trafegam, principalmente, pelos países do Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai).

Assim como a RCTR-C, a RCTR-VI tem a função de cobrir danos ou prejuízos causados na mercadoria transportada em casos de:

  • colisão;
  • abalroamento;
  • capotagem;
  • tombamento;
  • incêndio ou explosão.

RCF-DC: Responsabilidade Civil Facultativa do Transportador Rodoviário por Desaparecimento de Carga

A RCF-DC é específica para ocorrências que envolvem roubo de carga. Por esse motivo, é considerada um modelo de seguro opcional. Contudo, caso o caminhoneiro percorra, com frequência, itinerários que apresentam alto índice de roubo, a contratação desse serviço se torna necessária, pois ele também servirá de complemento para a RCTR-C.

Diante disso, a principal função da RCF-DC é assegurar os riscos contra roubos de carga transportada e cobrir os prejuízos provocados pela ocorrência de roubo por ameaça grave ou violência. Por isso, tem como desafio avaliar com precisão os riscos da carga transportada, assim como do trajeto que será percorrido e do local da entrega.

Em razão disso, o contrato referente à RCF-DC vai variar, pois, no momento de elaborar a apólice, serão levadas em consideração as particularidades de cada indivíduo. Ou seja, quanto menor for o risco apresentado e mais barata for a mercadoria transportada, mais acessível será o seu seguro.

Vale ressaltar que a mercadoria transportada deve ser coberta com, no mínimo, dois seguros. Nesse caso, as categorias RCTR-C, RCTR-VI e o RCF-DC são mais utilizadas. Além disso, os principais tipos de coberturas são categorizados em:

  • cobertura básica: refere-se ao modelo padrão de seguro, o qual é responsável por indenizar danos causados por colisão, furto e roubo, incêndio e desastres naturais;
  • cobertura adicional: refere-se aos serviços extras que são adicionados no contrato, como é o caso da extensão de reboque, do seguro para equipamentos, de caminhão basculante e da cobertura para o eixo adicional;
  • cobertura para carga: é uma opção de seguro específica para a proteção de carga refrigerada, viva e de alimentos congelados.

Como funciona a indenização no seguro para frota?

Como já mencionamos, o seguro destinado para a frota de caminhões funciona da mesma forma que o de veículo individual. Sendo assim, o contrato disponibiliza os mesmos serviços, salvo em algumas exceções, além de possibilitar a inclusão de serviços extras que vão atender às necessidades específicas de uma empresa que trabalha com frota de caminhões. Podemos citar como exemplos:

  • a troca de caminhão, ou seja, fornece um veículo extra para substituir o principal pelo período em que permanecer em manutenção;
  • a possibilidade de receber as diárias pelos dias não trabalhados, caso o caminhão precise ficar por um tempo na oficina. Esse benefício se enquadra nos lucros cessantes oferecidos pelo seguro;
  • em situações em que o caminhão tiver acessórios, como som, rádio e sistema de rastreamento, roubados ou danificados, a seguradora oferece o ressarcimento desse dano.

Portanto, assim como é estabelecido no seguro para veículos individuais, os danos (sinistros) do seguro para a frota de caminhão podem ser parciais ou totais. Para que seja considerada a primeira opção, é estabelecido que o reparo do caminhão não deve ser superior a 75% do seu valor. Do contrário, será total.

Com a indenização, não é diferente. Isso significa que, se o sinistro for considerado de caráter parcial, a seguradora deve pagar apenas pelo conserto do veículo, enquanto o segurado deve quitar o valor da franquia.

Já nas situações em que o dano for total, a indenização será completa. Nesse caso, a seguradora terá que ressarcir o valor de mercado do caminhão ou a quantia que foi estabelecida na apólice. Caso o veículo tenha sido roubado, só poderá ser considerado como sinistro total em situações em que ele não for encontrado.

Vale ressaltar que, em casos de indenização, o segurado não precisa pagar o valor da franquia para obter o direito do ressarcimento. Vale lembrar que os sinistros são avaliados de forma individual, ou seja, mesmo que o contrato seja um só, a avaliação dos riscos é feita de forma separada. Por isso, o valor da indenização vai variar de um veículo para outro.

Como escolher o melhor seguro?

Tendo em vista que optar por um seguro de caminhão é uma forma de investimento, é importante saber escolher com cuidado para que, em uma situação de imprevisto, você não tenha dores de cabeça ou se sinta lesado pela falta de comprometimento da empresa seguradora.

Diante disso, para saber se a seguradora atua respeitando todos os critérios previstos por lei, é preciso verificar se ela faz parte das instituições credenciadas na Superintendência de Seguros Privados (SUSEP). Para isso, basta acessar o site do órgão e buscar pelo nome da seguradora em questão.

Você verificou se a seguradora é de confiança e decidiu que vai optar pelos serviços dela? Ótimo! Porém, não basta somente isso. Para garantir uma boa escolha, é preciso que, no momento de contratar um seguro para a sua frota, você analise bem as cláusulas da apólice, com o intuito de verificar se a cobertura oferecida pela empresa condiz com as suas necessidades e expectativas.

Além disso, aconselhamos que você faça uma pesquisa de mercado, a fim de comparar benefícios, preços oferecidos e avaliações de clientes anteriores. Ter essas informações em mãos permite que você tenha uma noção das propostas disponíveis no mercado e, assim, saiba qual delas oferece o melhor custo-benefício para a sua realidade.

Apesar de ser uma etapa exaustiva, quando bem-feita, garante que você fará um bom negócio. Logo, para facilitar esse processo, é ideal que você busque por uma corretora, a fim de obter todo o suporte necessário durante essa etapa. 

Além de esclarecer qualquer dúvida sobre o assunto, ao contar com o apoio de uma corretora, você tem acesso a melhores condições, ajuda para lidar com os trâmites necessários para a negociação e aplicação do seguro.

Como funciona o seguro de frota de caminhão da Scania?

A Scania é uma montadora de caminhões que atua no mercado desde 1957. Ao longo da sua caminhada, a marca tem contribuído, de forma decisiva, para a história do transporte brasileiro, por isso, é considerada, hoje, uma das principais referências nesse segmento.

Sendo assim, a marca baseia seus valores no trabalho em equipe, no respeito ao próximo e na prática de atos sustentáveis. Além disso, a Scania tem como diferencial a centralização do seu cliente, ou seja, ele é colocado em primeiro lugar na empresa, por isso, são oferecidas soluções que realmente atendem às suas necessidades.

Com base nesses princípios, a marca desenvolveu o projeto Scania Corretora de Seguro com o intuito de oferecer, para os seus clientes, uma solução eficiente e totalmente segura que atende às necessidades e particularidades de cada caminhoneiro.

Nesse sentido, o Seguro Único Scania é composto por 5 categorias:

  • compact: cobre eventos que não se pode controlar, como roubos, furtos, ações de terceiros e o reparo de vidros laterais e para-brisas;
  • special: oferece coberturas para sinistros, como roubo, furto, colisão, ações de terceiros e reparo de vidros laterais e para-brisas;
  • flex: possibilita o ajuste das coberturas do Seguro Único Scania de acordo com as suas necessidades. Sendo assim, cobre danos provocados por roubo, furto, colisão, terceiros e o reparo de vidros laterais para-brisas, lanternas, faróis e retrovisores;
  • premium: oferece coberturas para roubo, furto, ações de terceiros, reparo de vidros laterais para-brisas, lanternas, faróis e retrovisores, assim como limites maiores;
  • frota: oferece proteção para a sua frota, independentemente de pertencer à Scania. Nesse seguro, é disponibilizada a cobertura para roubo, furto, colisão, ações de terceiros e o reparo de vidros laterais para-brisas.

Sendo assim, ao optar pelo Seguro Único Scania, o segurado tem como vantagem:

  • mais eficiência no reparo, principalmente se a sua frota é composta por caminhões Scania;
  • otimização do tempo;
  • serviço de qualidade feito por mecânicos de caminhão de confiança;
  • retorno rápido no processo de sinistro;
  • descontos exclusivos nas peças de caminhão Scania.

Além disso, para todas as categorias, são disponibilizadas as seguintes coberturas e garantias:

  • Kasko: oferece cobertura para incidentes que envolvem colisão, incêndio e roubo ou furto;
  • RCF (Responsabilidade Civil Facultativa/Terceiros): cobre danos materiais, corporais, morais e/ou estéticos;
  • APO (Acidente Pessoal por Ocupante): oferece indenização em casos de morte e invalidez permanente total ou parcial;
  • garantia da cobertura das despesas hospitalares;
  • reposição pelo valor de um novo para um veículo 0 Km;
  • opção de franquia reduzida.

Para contratar o Seguro Único Scania, entre em contato com uma das diversas concessionárias Scania, nas quais você será atendido por um colaborador junto aos representantes do Scania Banco.

Portanto, com base nessas informações, percebemos que o seguro para caminhão é um recurso indispensável para quem trabalha com o transporte de carga. Afinal, essa é uma solução inteligente para caminhoneiros autônomos e transportadoras que desejam preservar, de forma econômica, a sua principal ferramenta de trabalho.

Gostou do artigo? Então, compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais para que seus amigos e colegas caminhoneiros também fiquem por dentro dessa informação.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.