Saiba como o sistema de telemetria pode ser usado por caminhoneiros

6 minutos para ler
spotify scania

Já não é mais novidade para ninguém que a tecnologia tem provocado mudanças bruscas na forma como realizamos determinadas atividades. No segmento automotivo, por exemplo, as inovações têm sido fundamentais para garantir mais eficiência e qualidade nas operações. Prova disso é a utilização do sistema de telemetria para monitorar a localização e as condições de veículos com o objetivo de otimizar a gestão de frotas de uma empresa. 

Além de ser muito utilizada pelas empresas de transporte, essa tecnologia também é bastante usada no controle de carros esportivos durante a realização de corridas como Fórmula 1 e Stock Car. Isso porque a telemetria permite realizar uma troca de dados que facilita o rastreamento veicular por meio de um dispositivo de bordo que coleta e transmite em tempo real informações importantes do veículo para o gestor da empresa. 

Sabendo da importância dessa tecnologia para o setor automotivo, preparamos este artigo para explicar para você o que é sistema de telemetria, como funciona e como você pode utilizá-lo no dia a dia. Acompanhe a leitura.

O que é um sistema de telemetria?

O conceito do sistema de telemetria pode ser compreendido a partir do significado das palavras que o compõe: tele, “de modo remoto”, e metria, “medição”. Sendo assim, a telemetria é uma ferramenta que tem como função mensurar os dados referentes a qualquer tipo de veículo, coletá-los e transferir de forma remota para a empresa responsável pelo rastreio da frota. 

Por meio de um dispositivo de bordo, é possível coletar informações referentes:

  • à performance dos veículos;
  • à conduta do motorista;
  • ao consumo de combustível;
  • à temperatura do sistema mecânico.

Sendo assim, por causa do acesso facilitado a comunicação sem fio, é possível coletar as informações de duas formas: analógica ou digital. A primeira opção é feita por meio da instalação de sensores no veículo. Então, caso você queira acompanhar o contagiro (RPM) do caminhão, por exemplo, será necessário instalar um sensor específico para essa função. A partir dos pulsos que o sensor envia para a empresa, é possível calcular a rotação do contagiro.  

Da mesma forma ocorre quando se deseja verificar o odômetro — é necessário instalar um fio no sensor do aparelho para coletar os dados. Embora a coleta de dados analógica seja uma opção que possui um processo de instalação complexo, pois envolve a ligação de mais de um sensor tornando a manutenção do veículo mais complicada, tem como diferencial a capacidade de ser compatível com todos os modelos de caminhão, sejam eles novos ou antigos. 

Já a opção de coleta digital é feita por um dispositivo de bordo que funciona a partir da rede de CAN (Controller Area Network), que tem a responsabilidade de enviar para a empresa todas as informações importantes sobre o veículo. Dessa forma, a organização consegue, por meio da análise dos dados, identificar, por exemplo, o nível de consumo de combustível, bem como sua qualidade, a taxa de oxidação interna e assim por diante.

A rede CAN também tem a capacidade de detectar e registrar no computador de bordo diversas falhas referentes à mecânica do caminhão. 

Além disso, o sistema digital tem como diferencial a simplicidade na instalação. Diferentemente do modelo analógico, que necessita da instalação de vários sensores para coletar os dados, o digital só necessita de dois fios na central eletrônica. Sem contar que esse modelo consegue registrar informações de forma rápida, completa e totalmente segura. 

Isso significa que tanto as falhas quanto as informações para análise são enviadas para a empresa em tempo real, permitindo que a equipe responsável pelo monitoramento consiga definir uma solução logo em seguida, poupando tempo e evitando os riscos de agravar o problema. Assim, é possível eliminar gastos desnecessários e garantir percursos mais seguros e tranquilos.

Como esse sistema de telemetria pode ser usado pelos caminhoneiros?

Por meio dos sensores instalados no veículo, a organização consegue obter diversos dados importantes para a manutenção e o gerenciamento da sua frota. Veja algumas de suas funções a seguir.

Otimizar a manutenção

Tendo em vista que a rede CAN também consegue registrar falhas na mecânica do caminhão, fica mais fácil estabelecer um cronograma de manutenção preventiva que soluciona essas falhas antes que elas se tornem um problema maior. Considerando que as revisões representam boa parte das despesas de uma frota, fica evidente que essa solução ajuda na redução dos custos com consertos.

Monitorar a performance

A simetria também permite que a empresa consiga monitorar a performance do caminhão e do motorista na estrada. Nesse caso, é possível analisar dados referentes:

  • à velocidade;
  • ao acionamento dos freios;
  • à aceleração;
  • à direção;
  • ao odômetro;
  • ao uso das marchas e embreagens etc.

Controlar a velocidade

Quem passa a maior parte do tempo na estrada sabe que os riscos de acidentes são grandes e, por isso, todo cuidado é pouco. Sendo assim, além de manter o caminhão em boas condições de uso para evitar surpresas desagradáveis, é essencial que o condutor saiba praticar a direção defensiva e, sobretudo, respeite os limites de velocidade de cada trecho. 

Como uma medida de segurança, a empresa consegue monitorar o comportamento do condutor na estrada de maneira que o instrua a controlar a velocidade do caminhão. Essa ação é crucial para reduzir os riscos de acidentes, eliminar possíveis prejuízos e manter a eficiência da frota.

Rastrear o veículo

Sabemos que cumprir com o prazo de entrega das mercadorias é um importante diferencial para as empresas de transporte. Sendo assim, manter o controle da quantidade de paradas e acompanhar o andamento da entrega é fundamental para alcançar esse objetivo. 

Além de ser uma função essencial na gestão da frota, o rastreamento também é um grande aliado em casos de furto e roubo. Mas vale ressaltar que o rastreamento só permite identificar a posição do veículo, sendo uma das muitas funcionalidades da telemetria.

Essas são as principais informações sobre o sistema de telemetria que você precisa saber. Como vimos ao longo do artigo, o uso dessa tecnologia proporciona vantagens como a redução do consumo de combustível, mais segurança para o motorista, melhor gerenciamento da frota, eliminação de gastos desnecessários com manutenção, entre outras. Por isso, não deixe de implementar esse recurso nos veículos da sua frota.

Gostou do artigo? Então, curta nossas páginas no Facebook — Cavese, Codema e Suvesa.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.