Tipos de caminhão para frete: qual o melhor para cada tipo de carga?

6 minutos para ler

Existem vários tipos de caminhão para frete e é importante conhecê-los para saber qual será o que tem melhor custo-benefício para cada entrega, já que os diferentes modelos também impactam no consumo de combustível, na necessidade de qualificar o motorista, na distância do trajeto, nos custos de manutenção, na capacidade e no tipo de carga, entre outros fatores.

A escolha dos caminhões deve ser feita de forma estratégica e, para que você consiga maximizar a produtividade da sua frota, publicamos este material que lista os principais tipos de caminhão para frete e, no fim, onde você pode encontrá-los. Acompanhe a leitura e aprenda!

Quais são os principais tipos de caminhão para frete?

Nos tópicos abaixo, você encontrará informações como nome do caminhão, suas dimensões, peso, tipo de viagem para o qual ele é mais adequado e outras características.

VUC

O Veículo Urbano de Carga (VUC) ou 3/4 é um caminhão de menor categoria, tendo capacidade máxima de 3 a 4 toneladas (dependendo do tamanho da carroceria). Quanto às dimensões, elas atingem um máximo de 2,20 metros de largura e 6,30 metros de comprimento.

Ele é ideal para fazer cargas pequenas, entregas com distâncias reduzidas e em locais que não permitem acesso para caminhões maiores e pesados, como geralmente é o caso de centros urbanos.

Toco

Esse é um caminhão semipesado compatível com diferentes tipos de carrocerias, como baús, tanques, frigoríficos e sliders. Ele pode carregar até 6 toneladas de carga, tem 2 eixos e até 14 metros de comprimento.

Normalmente o toco é muito utilizado para transportar paletes e cargas secas, bem como para fretes intermunicipais maiores, mas não é usado em trajetos muito longos — como viagens interestaduais e inter-regionais.

Truck

Truck é um caminhão pesado e apresenta três eixos: dois traseiros e um dianteiro. Sua capacidade vai de 10 a 14 toneladas e seu comprimento é de 14 metros. Ele normalmente é usado para transportar cargas maiores e viajar longas distâncias, como a realização de inter-regionais.

No entanto, como se trata de um veículo mais pesado, o consumo de combustível e os custos de manutenção são mais elevados, além do uso nas áreas urbanas ser reduzido.

Carreta

Carretas são caminhões ainda maiores e bastante usados em grandes volumes. Ele se diferencia dos demais tipos pelo fato de ser dividido em duas partes:

  • cavalo mecânico: onde se encontra a cabine, rodas de tração e o motor;
  • módulo de carga: encaixe da carroceria ou semirreboque que levará a carga.

Pelo fato de ser capaz de levar mais peso, esse tipo de veículo é compatível com carrocerias fechadas e abertas, exemplos das primeiras são baús, siders (têm abertura lateral), silos, tanques e frigoríficos. Já algumas das abertas são cegonheiros, plataformas, caçambas e grades baixas.

Essa é a melhor opção para indústrias de carga pesada, como canavieiras, mineradoras e graneleiras de soja. Além disso, é necessário que os motoristas sejam treinados e especializados em carga pesada para dirigir uma carreta, o que minimiza o risco de acidentes durante o transporte. Por outro lado, é preciso de um investimento alto para adquirir esse tipo de veículo.

Existem diferentes combinações possíveis de cavalo mecânico e semirreboques que fazem com que suas dimensões atinjam de 16 a 30 metros, enquanto a capacidade de carga vai de 52 até 74 toneladas.

Cavalo mecânico simples

Chamado de carreta semirreboque, caminhão trator ou 4×2, é um veículo extrapesado que conta com 2 eixos simples e um deles é tracionado. Seu comprimento máximo é de 18,15 metros e o peso bruto máximo (PBT) variará conforme a quantidade de eixos tem o semirreboque:

  • 2 eixos — até 33 toneladas;
  • 3 eixos — até 41,5 toneladas.

Cavalo mecânico trucado

Também conhecido como carreta LS, caminhão trator trucado ou 6×2, esse modelo tem um eixo traseiro duplo, fazendo com que ele tenha mais potência e carregue mais peso. Ele faz a distribuição da carga por mais rodas, fazendo com que elas gerem menos pressão sobre o asfalto.

Seu comprimento e capacidade de peso máxima são fatores que mudam dependendo do tamanho do semirreboque. Essas combinações formam diferentes configurações com eixos variados, como:

  • romeu e julieta: aqui um caminhão traciona um reboque — tem 6 eixos, pode ter comprimento máximo de 19,80 metros e levar até 50 toneladas;
  • bitrem: composto por um LS e 2 semirreboques, são engatados por uma segunda quinta-roda — tem 7 eixos, comprimento máximo de 19,80 metros e 57 toneladas;
  • tritrem: conjunto de LS com três semirreboques engatados por duas quintas-rodas — tem 9 eixos, pode ter até 30 metros de comprimento e leva até 74 toneladas;
  • treminhão: LS tracionando dois ou mais reboques engatados por ralas — tem 8 eixos, seu comprimento é de até 30 metros e leva um máximo de 63 toneladas;
  • rodotrem: LS que traciona dois semirreboques acoplados por um dolly intermediário — tem 9 eixos, seu comprimento vai até 30 metros e pode levar 74 toneladas.

Como fazer as combinações?

As combinações devem respeitar o limite de peso por eixo conforme definido pela Resolução n.º 210/06 e n.º 211/06 que podem ser baixadas no portal do Ministério da Infraestrutura, ambas do CONTRAN.

Como também, alguns veículos exigem Autorização Especial de Trânsito (AET), documento de porte obrigatório para um veículo e combinação de veículos. Conforme o art. 101 do CTB, o AET é exigido para veículos usados no transporte de carga indivisível ou que excedam peso e dimensões da Resolução n.º 210/06 do CONTRAN. O AET também é obrigatório para combinações de veículos listadas na Portaria n.º 63/09 do DENATRAN.

Por fim, saiba que tanto caminhões tratores quanto carretas LS podem aproveitar a carroceria do tipo prancha, que têm longa duração e alta resistência em cargas pesadas. Normalmente, essa carroceria é usada para transportar máquinas agrícolas, tratores, outros bens indivisíveis ou mais pesados.

Percebe-se que existem diferentes combinações e tipos de caminhão para frete que são ideais para diferentes situações. Para encontrar o modelo que melhor satisfaz suas necessidades e objetivos, é necessário encontrar uma rede de concessionárias que oferece um variado rol de caminhões para sua escolha.

A Scania Brasil permite que você monte facilmente o caminhão ideal para sua frota. Leia mais sobre o configurador da Scania neste conteúdo e o acesse agora mesmo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.