Conheça os principais tipos de caminhão de acordo com sua finalidade

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

O caminhão faz parte das principais ferramentas de trabalho no que se refere ao transporte de cargas e de pessoas no Brasil. A esse respeito, a profissão de caminhoneiro é essencial para movimentar a economia do país. Nas diversas estradas e ruas em diferentes localidades, é possível visualizar o transporte da maior parte dos produtos e dos serviços comerciais.

Dessa forma, para atender a uma infinidade de tarefas, há vários tipos de caminhão disponíveis no mercado. Podemos encontrar veículos que se diferenciarão em alguns aspectos, como capacidade, potência, consumo, adaptações específicas etc.

Com tanta variedade, quem deseja entrar para a profissão ou, até mesmo, investir em sua frota com a compra de um novo modelo deve ter noção das características e especificações de cada veículo pesado para, assim, poder encontrar a opção ideal para as suas necessidades. A partir da sua escolha, serão definidos a carga que será transportada e o público que será atendido.

Caso você ainda não tenha conhecimento sobre os principais modelos disponíveis, preparamos este artigo contendo as principais informações sobre o assunto. Continue a leitura e fique por dentro de tudo!

VUC

O Veículo Urbano de Carga (VUC) deve conter dois eixos simples. Sua largura não pode ultrapassar 2,2 metros, e seu comprimento deve ser inferior a 7,2 metros segundo as especificações do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Além do mais, seu peso máximo (incluindo a carga) deve ser igual ou inferior a três toneladas. Por ter essas características, esse modelo é muito utilizado nas grandes cidades.

O principal motivo se deve à facilidade de transporte de cargas pequenas nas regiões com trânsito mais intenso. Outra questão que torna esse veículo muito utilizado para serviços comuns é o fato de apenas ser necessário ter a habilitação tipo B, o que facilita sua utilização e eleva o interesse de vários trabalhadores.

Truck

Esse modelo também é comumente utilizado nas cidades, mas opera com maior frequência nas rodovias. Dependendo da região, podemos nos referir a esse caminhão como pesado ou trucado. Em sua estrutura, esse veículo conta com um eixo dianteiro e dois traseiros. Isso permite haver uma melhor distribuição do peso, bem como a possibilidade de transportar uma quantidade maior de cargas.

A forma motriz gerada pelo motor, geralmente, é transmitida a um dos eixos traseiros. Além do mais, sua capacidade de transporte fica entre 19,5 e 23 toneladas, a depender da configuração do mecanismo de eixo traseiro (sendo simples ou duplo). No que se refere ao seu comprimento, é especificado um valor máximo de 14 metros.

Bitruck

O bitruck é um modelo novo no mercado e apresenta pontos positivos no quesito dirigibilidade, bem como o aumento da capacidade de carga. Por isso, tem atraído bastante a atenção de empresários e gestores de frota. Diferentemente do truck, ele é dotado de quatro eixos, divididos em dois dianteiros e dois traseiros. Nas configurações de tração disponíveis, é possível encontrar modelos com 8×2 e 8×4, que se referem à tração em duas ou nas quatro rodas traseiras, respectivamente.

Outra especificação do bitruck que chama a atenção é que o mecanismo de ambos os eixos dianteiros é direcional. Isso permite realizar a movimentação de ambos pelo acionamento do volante. Com essa configuração, além de ser possível distribuir melhor o peso, aumenta-se a capacidade de carga. Sobre esse aspecto, sua resistência permite transportar até 22 toneladas de carga ou 29 de peso total (que é a soma do peso do veículo e do material carregado).

Cavalo mecânico

Também conhecido como caminhão trator, o cavalo mecânico se refere ao conjunto cabine, rodas, tração e motor. É essa parte que desempenha a função de transportar a carreta, por meio de um engate em um componente chamado de quinta roda. Em sua funcionalidade, é importante dar atenção às manutenções preventivas, pois a quinta roda requer cuidados periódicos para um bom funcionamento.

Em sua configuração, esse tipo de veículo pode ser simples, truck ou bitruck. Essas especificações se referem à quantidade de eixos na traseira e em quais deles há o mecanismo de tração. Para estimar a capacidade desse modelo, devem ser levadas em conta a quantidade de eixos do semirreboque e a potência do motor do caminhão trator.

Toco

O caminhão toco é um dos veículos pouco encontrados nas ruas e rodovias. Mesmo assim, é possível encontrá-lo em algumas regiões do Brasil. Podemos relacionar esse caminhão aos modelos VUCs quando o assunto é a modalidade de uso, pois ele é usado predominantemente em vias urbanas. No entanto, ao ter suas características físicas e estruturais avaliadas, esse veículo se distingue bastante dos VUCs, pois conta com uma dimensão maior.

O comprimento desse semipesado, normalmente, é de 14 metros em seu valor máximo. Além do mais, sua capacidade de carga é duas vezes maior que a dos VUCs, ou seja, é estipulada em seis toneladas. Quanto ao peso bruto total, as especificações estabelecem que ele não pode passar de 16 toneladas. Seu mecanismo de tração opera no eixo traseiro, sendo composto por 2 eixos.

Carreta com três eixos

Por fim, é válido citar também as configurações possíveis das carretas, pois, assim como nos caminhões, a quantidade de eixos, as dimensões do veículo e a capacidade de carga determinam qual é seu modelo. No transporte rodoviário, podemos encontrar a carreta em três tipos: com dois eixos, com três eixos e cavalo trucado.

Entre eles, o modelo mais comum é o de dois eixos, que pode vir com 18 metros de comprimento e com capacidade de 18 toneladas. Já os outros dois modelos são bastante empregados em trabalhos com grande demanda e volume de carga, como em regiões perto de portos ou produtoras de cana-de-açúcar, em que há uma maior necessidade de volume para o transporte.

Para a carreta de três eixos, a capacidade pode chegar até 23 toneladas ou 41,5 toneladas de peso bruto máximo. Seu comprimento tem o valor de 18,5 metros, sendo que, na maioria das configurações, seu transporte é feito por um caminhão trator com dois eixos na traseira, podendo ser ambos tracionados ou não.

Portanto, essas foram as principais informações sobre os tipos de caminhão disponíveis no mercado. Ao conhecer cada modelo e suas especificações de trabalho, é possível optar pelo veículo ideal para o seu ramo de trabalho e garantir maior produtividade com os fretes.

Gostou do artigo e deseja conhecer ainda mais sobre os tipos de caminhões disponíveis? Então, confira os nossos modelos e descubra qual é o ideal para você!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.