Veja o que é o custo operacional e como reduzi-lo em sua empresa!

6 minutos para ler

Sabemos que, independentemente do tamanho ou segmento, todo bom empreendedor precisa saber controlar o custo operacional do seu negócio. Sendo assim, essa é uma das principais preocupações para os empreendimentos que trabalham com logística, pois os gastos com a frota podem ser bastante altos, causando um forte impacto no orçamento da empresa.

Pois quando não são bem administrados, trazem diferentes problemas para a gestão da empresa, como perda da lucratividade, prejuízos com desperdícios, gastos com a manutenção da frota, afetando, assim, o bom desenvolvimento do negócio.

Por esse motivo, é necessário que o gestor defina quais são os custos operacionais presentes na empresa para, em seguida, aplicar as boas práticas de administração. Essa ação traz como vantagens o aumento da produtividade e a redução de custos desnecessários.

Nesse sentido, para ajudá-lo nesse processo, preparamos este artigo para explicar para você o que são os custos operacionais e apresentar os principais deles em uma frota de caminhões. Acompanhe a leitura!

O que são custos operacionais?

De maneira geral, os custos operacionais de uma empresa são referentes a todas as despesas obtidas dentro de uma organização. Alguns exemplos disso são os gastos financeiros, compra de insumo para a produção e remuneração de funcionários. Nesse sentido, é  importante que o gestor saiba a diferença entre investimento e custo operacional.

Isso porque ambos podem ser vistos como despesas, porém, a diferença entre eles é que o investimento traz resultados ao longo do tempo. Podemos citar como exemplo a aquisição de novos equipamentos e ferramentas de gestão

Já os custos operacionais, como citamos, são os gastos referentes à compra de materiais, entre outras despesas que são realmente necessárias para garantir o bom funcionamento das operações, mas que não apresentam expectativas de rendimentos futuros.

Em razão disso, procurar saber quais são os custos operacionais da sua empresa é fundamental, pois é por meio deles que você poderá administrar melhor a gestão financeira. Além disso, permite adotar medidas mais eficientes, que estejam adequadas com a sua realidade e, assim, garantir a minimização de prejuízos.

Sendo assim, os custos operacionais podem ser divididos em quatro categorias: financeiro, administrativo, de representação e não recuperáveis. Veja, a seguir, quais são os gastos que compõem cada um desses grupos!

Financeiro

Os custos operacionais referentes ao financeiro são:

  • emissão de notas;
  • impostos e taxas;
  • pagamento de juros;
  • quitação de dívidas.

Administrativo

No administrativo, podemos citar:

  • salários;
  • gestão de pessoas;
  • aluguel;
  • água e luz;
  • serviços de escritório;
  • materiais de escritório;
  • compra de matéria-prima;
  • serviços de telecomunicações.

De representação

Os custos de representação são referentes aos:

  • materiais impressos de suporte a vendas;
  • despesas com refeição;
  • brindes;
  • viagens corporativas.

Não recuperáveis

Não recuperáveis, como o próprio nome já sugere, são referentes aos gastos que não podem ser recuperados, como multas rescisórias e cancelamento de contratos.

Quais são principais impactos provocados no financeiro da empresa?

Por estar diretamente ligado à gestão financeira da empresa, já se pode imaginar quais serão as consequências disso nos casos em que houver falta de controle do custo operacional. 

Nesse sentido, quando esse fator não é levado a sério pelo gestor, os impactos provocados serão negativos, pois vão afetar os resultados financeiros, diminuir a margem de lucro e prejudicar a competitividade da sua empresa.

No entanto, quando se faz uma análise correta do custo de operação, é possível identificar desperdícios, verificar flutuações e constatar a necessidade de novas parcerias. Esses fatores apresentam um papel importante no desempenho da sua empresa.

Por isso, além de definir quais são os seus custos operacionais, é de suma importância saber como calculá-los, tendo o cuidado de não deixar nenhum gasto de fora para que o resultado seja mais preciso. Lembrando que o ideal é que essa avaliação seja feita regularmente.

Como reduzir os principais custos de uma frota de caminhões?

Após entender a importância e identificar quais são os custos operacionais da empresa, é hora de definir quais são as medidas usadas para reduzi-los. Atualmente, existem diversas técnicas que cumprem com esse objetivo, porém, o ideal é que o gestor escolha a que mais atende às necessidades da sua frota de caminhões.

Contudo, existem alguns fatores que podem ser corrigidos em qualquer estabelecimento. Veja só!

Controlar desperdício

O desperdício é um dos fatores que mais gera prejuízo para a empresa. Sendo assim, para mudar essa situação, é essencial que o gestor reavalie todos os processos da empresa, a fim de identificar erros, pontos de ociosidade e criar campanhas de conscientização interna sobre o uso correto dos materiais.

Escutar sua equipe

Estar disposto a ouvir o que sua equipe tem a dizer sobre a forma como as atividades são realizadas é uma ótima maneira de saber o que pode ser melhorado, uma vez que são os seus colaboradores que estão diretamente ligados a essas etapas. Então, ninguém melhor do que eles para dizer o que pode ser feito para reduzir os gastos.

Renovar máquinas e equipamentos

Diferentemente do que muitos pensam, a aquisição de novas máquinas e equipamentos pode ser vista como um investimento, pois, além de contribuir com o aumento da produtividade da empresa a curto, médio e longo prazo, reduz os gastos com manutenção.

Adotar um sistema de gestão

Independentemente do tamanho da sua empresa, dispor de um sistema de gestão é extremamente necessário. Isso porque essa ferramenta facilita a administração, garantindo resultados mais precisos, e contribui para a redução de falhas. Além de fornecer relatórios completos em tempo real e disponibilizá-los para todas as partes envolvidas de forma simultânea.

Quais são as vantagens da redução de custos para as empresas?

Ao controlar os custos da sua empresa, os resultados serão vistos de forma imediata. Sendo assim, é possível perceber vantagens como:

  • aumento da rentabilidade;
  • vantagem competitiva;
  • disponibilidade de capital;
  • mais organização;
  • precificação mais justa.

Portanto, com base nessas informações, fica claro que manter o custo operacional da sua empresa sob controle é essencial para garantir os resultados positivos. Afinal, esse fator está diretamente ligado à gestão financeira do seu negócio, por isso, todo cuidado é pouco!

Gostou do artigo e quer saber mais? Então, saiba agora mesmo como manter o controle da sua frota de caminhões.

suvesa mercado shopsPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário