Vida útil de peças de caminhão: o que preciso saber sobre o tema?

7 minutos para ler

O custo inicial para adquirir um caminhão demanda um grande investimento. Além disso, há também a necessidade de manter alguns cuidados básicos para prolongar a vida útil de peças do sistema, bem como para manter o veículo operando sempre em boas condições. Por isso, uma das melhores formas de elevar a duração dos componentes do caminhão é por meio das manutenções preventivas e de boas práticas de direção.

Vale ressaltar que essas medidas também são a melhor forma de economizar com gastos relacionados à troca prematura de peças e de reparações corretivas ocasionadas pela ausência de cuidados com o veículo.

Geralmente, quem fica responsável por realizar as manutenções do caminhão é a concessionária. Ademais, essa tarefa já vem destacada no contrato de venda, permitindo que o proprietário consiga preservar por mais tempo a utilidade do caminhão, além de garantir um maior valor em uma possível revenda.

Por mais que o tema de vida útil das peças do veículo seja de grande relevância para que o condutor entenda como prolongá-la e evitar gastos desnecessários com revisões de última hora e dores de cabeça durante o uso do caminhão, muitos proprietários não têm conhecimento ou negligenciam a importância desse assunto. Para ajudá-lo a compreender melhor a temática, preparamos este artigo contendo as principais informações. Continue a leitura e fique por dentro de tudo!

O que contribui para comprometer a vida útil das peças?

Para haver o comprometimento das peças em um período inferior ao da vida útil, é preciso submeter esses componentes a condições desproporcionais de força e resistência, bem como não zelar pela qualidade desses itens. Nesse sentido, há condutas e ações dos condutores que podem contribuir para a falha prematura das partes do veículo. Uma delas é deixar de realizar manutenções simples, como troca de óleo no tempo recomendado e revisão do líquido de arrefecimento.

Outro agravante é andar constantemente com excesso de carga no caminhão. Essa ação prejudica várias partes do veículo, como sistemas de suspensão, diferencial, pneus, embreagem etc. Ademais, submeter o caminhão a condições extravagantes na estrada, como altas velocidades, percursos acidentados e estradas de chão com grande poeira, pode prejudicar um conjunto de peças e reduzir a vida útil da sua máquina.

Quais cuidados são necessários para aumentar a vida útil das peças?

A princípio, podemos destacar que as revisões frequentes são a melhor maneira de elevar a vida útil das peças do caminhão. A esse respeito, o sistema mecânico dos veículos pesados é bastante complexo.

Diferentemente de modelos de passeio, esses veículos são submetidos a condições extremas de viagem e peso. Tudo isso é possível, pois são projetados para trabalharem com eficiência em percursos longos e transportando muita carga. No entanto, para garantir que o desempenho do veículo permaneça por um bom tempo, é necessário efetuar constantemente algumas ações de cuidado com a máquina.

Vale ressaltar que nunca se deve esperar um componente quebrar para substituí-lo. Todas as peças do caminhão têm uma vida útil preestabelecida. Dessa forma, para evitar o comprometimento de outros itens, é preciso trocá-las no tempo correto. Outro fato é que a manutenção preventiva é bem mais segura e econômica do que a corretiva.

Esse fato é justificado, pois um componente em mau estado e que passou do tempo de ser substituído pode acabar por prejudicar outros sistemas, o que aumenta o preço do serviço de reparação. Podemos citar duas opções para você que quer manter a conservação do seu veículo: a revisão preventiva e a preditiva. Para a primeira, é importante seguir o calendário de manutenções recomendadas pelo fabricante.

No manual do caminhão, é possível encontrar os prazos e as quilometragens adequadas para realizar essa tarefa, bem como os prazos de troca das peças. Já no caso da manutenção preditiva, faz-se uso da tecnologia para auxiliar o proprietário a ter maior precisão quanto à manutenção dos componentes.

Por isso, em vez de orientar-se pelo calendário específico daquele modelo de caminhão, há o acompanhamento das condições reais de todos os sistemas, o que torna o processo mais eficiente.

Quais as principais peças às quais o proprietário deve estar atento?

Como já mencionado, o caminhão conta com um conjunto bastante complexo de peças e sistemas operando conjuntamente para possibilitar o perfeito funcionamento do veículo.

Dessa forma, o proprietário deve buscar sempre checar todas as partes, principalmente os componentes relacionados ao trem de força do caminhão. Sendo assim, veja, agora, quais são as principais divisões às quais o proprietário deve estar atento!

Diferencial

O diferencial é a peça responsável por transmitir a força de rotação do câmbio para o eixo das rodas do veículo. Esse componente concentra uma carga excessiva e, por isso, precisa estar em boas condições de trabalho.

Caso seja danificado durante a movimentação do caminhão em uma viagem, por exemplo, os riscos à segurança podem ser bastante altos. Por isso, o proprietário deve conhecer o período de vida útil dessa parte e sempre buscar efetuar a troca das peças do diferencial no período recomendado pelo fabricante.

Câmbio

Outro componente de grande relevância para o bom funcionamento do caminhão é o câmbio de marchas. Esse equipamento é responsável por equacionar a força e o giro do motor transmitidos para as rodas do veículo. Assim, o condutor deve estar atento à presença de possíveis ruídos ou, até mesmo, de dificuldades no momento de realizar a troca de marchas, pois são os principais indicadores de problemas no sistema de transmissão.

Além do mais, vale ressaltar que a necessidade de manter a caixa de câmbio funcionando bem também é um fator importante quanto a elementos econômicos, visto que, principalmente nos veículos que têm sistemas mais complexos e automatizados, sua danificação pode custar muito para o proprietário.

Motor

Por fim, é fato que o condutor deve ter a atenção redobrada ao motor do caminhão. Nele, estão inúmeras peças e componentes operando simultaneamente para que a máquina funcione.

Por isso, é fundamental manter a conservação de todos os sistemas, bem como as manutenções em dia. Tendo essa postura de prevenção, o proprietário, além de aumentar a vida útil das peças e manter o veículo trabalhando em máxima performance, consegue adquirir maior segurança nas estradas.

Portanto, essas foram as principais informações sobre a vida útil de peças do caminhão. Vale ressaltar ainda a importância de adquirir peças de qualidade. Por isso, sempre busque os serviços de concessionárias especializadas, sejam elas em meio físico ou online. Isso te ajudará a aumentar a vida útil de todos os sistemas mecânicos, bem como a ter maior segurança com as manutenções.

Gostou do artigo, mas ainda ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Então, entre em contato conosco e converse com um de nossos consultores!

suvesa mercado shopsPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.